FedEx age rápido e leva menina para transplante de figado.

Fedex Challenger

Com voos regulares cancelados e estradas fechadas devido a uma grande tempestade de neve no meio-oeste americano, nesta quarta, a família da pequena Brooklyn Faris não tinha certeza se chegaria à Chicago para que a menina de 2 anos pudesse passar por um transplante de fígado.

A pequena menina sofre da Síndrome de Alagile, aonde há um número diminuído de canais hepáticos, que conduzem à acumulação de bílis no fígado. Eventualmente, o fígado pode parar de trabalhar e pode necessitar de um transplante, que é o caso de Brooklyn,que estava na fila do transplante havia mais de um ano.

Quando a família soube que havia um fígado disponível no hospital infantil de Lurie, em Chicago, eles sabiam que precisavam de chegar lá de alguma maneira, mesmo que fosse necessário viajar por 800 km em meio à meteorologia severa.

Então, família e amigos se mobilizaram para achar uma maneira de levar a garota de Memphis, no Tennessee, para o norte, em Chicago, Illinois. Foram muitas ligações e tentativas até que, mais tarde naquele dia, uma chamada inesperada, da famosa companhia de entregas FedEx, mudaria tudo. A tradicional empresa ofereceu um dos seus jatos executivos, do modelo Challenger, para levar a criança até Chicago, de graça.

“Eles disseram para estarmos em 30 minutos no aeroporto, em 15 minutos chegamos lá e havia um jato executivo nos esperando, pronto para a partida.” disse Nicholas Faris, pai de Brooklyn.

Fedex Challenger 2

Após 1h30 de voo, a família chegou no hospital, onde a pequena Brooklyn realizou o transplante de fígado, uma cirurgia que durou 7 horas, mas que foi um sucesso.

“Quando nós soubemos das circunstâncias extraordinárias e da extrema urgência da Brooklyn, nós sabíamos que precisávamos fazer algo” disse Patrick Fitzgerald, vice-presidente sênior de marketing e comunicação da FedEx. “Ainda bem que tínhamos uma rede e recursos necessários na nossa base principal em Memphis para ajudar essa família. Toda a família da FedEx está torcendo por uma recuperação rápida e total da pequena Brooklyn.”

Devido ao pequeno tamanho da menina, ela precisou de apenas um quarto do fígado do doador, o restante foi doado para um paciente adulto em outro hospital de Chicago. A menina ainda ficará mais algumas semanas sendo acompanhada por uma equipe de médicos para garantir sua recuperação total.

Reportagem pela NBC SoCal, traduzido e adaptado por Carlos Martins.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

2 Comments:

Comente