FedEx e TNT próximas de consolidar fusão.

11150226_847175965371281_6724874221737223622_n
A Comissão Europeia  aprovou formalmente o pedido de fusão das companhias aéreas cargueiras FEDEX e TNT Express.

A Comissão concluiu que a aquisição não dará origem a problemas de concorrência porque FedEx e TNT não são concorrentes próximos. O governo norte-americano já havia autorizado a aquisição em novembro.

Com aprovação da União Europeia e dos EUA, agora falta assegurar que os reguladores no Brasil e na China que apresentam os maiores obstáculos para fechar a transação.

 

A participação da TNT e Fedex no Brasil

A FedEx vem desenvolvendo uma estratégia de aquisições de empresas de transporte pelo mundo. No ano de 2012, a companhia comprou a empresa brasileira Rapidão Cometa, aumentando o numero de filias e funcionários pelo país.

Em contrapartida, a TNT Express, que agora será incorporada à FedEx, também recorreu a aquisições locais para crescer no Brasil. A companhia holandesa comprou, em 2007, a gaúcha Mercúrio.

Agora ambas empresas precisam de aprovação dos órgãos reguladores no Brasil para poder formalizar a fusão. O prazo de aceitação da oferta da Fedex foi estendida até 6 de julho. As empresas disseram que vão trabalhar para ganhar aprovação das autoridades regulatórias do Brasil até essa data.

Luis Neves

É agente de turismo e acompanha a evolução da aviação brasileira desde o final da década de 80. Fotografa tudo o que voa e tem uma das maiores coleções de fotos de aviação do Brasil.

3 Comments:

  1. Eu vi, estava comentando com o pessoal no DO

Comente