FLYWAYS tem Certificado de Operador Aéreo cancelado pela ANAC.


A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) suspendeu o Certificado de Operador Aéreo da empresa Flyways Linhas Aéreas. Com isso, a empresa, que já não operava desde outubro de 2016, está oficialmente impedida voar.




De história curta, a Flyways recebeu em 2015 o certificado que lhe habilitava a operar e os voos começaram no dia 28 de dezembro, na rota entre o Rio de Janeiro e Belo Horizonte – Pampulha. De planos ambiciosos, a empresa almejava ter uma malha ampla de rotas regionais, ligando cidades como Uberaba, Ipatinga, Araxá, Patos de Minas, para onde realizou alguns voos.

A frota era composta por dois ATR-72 (um -200 e um -500), no entanto os planos eram de 10 aeronaves até o final de 2016 e 30 até 2019. Novas rotas também seriam anunciadas, como Cabo Frio, Porto Seguro e Vitória, mas isso não aconteceu.

Em junho de 2016, a empresa não conseguiu reverter os problemas com o leasing de uma das aeronaves e acabou por ter de devolvê-la ao lessor, em cumprimento a decisão judicial. Mais tarde, a outra aeronave também deixaria de operar e a empresa paralisaria a venda de passagens. Promessas de investimento também não foram adiante.

No final do mês de outubro de 2016, um Juiz Federal deu o um entendimento de que a Flyways estaria envolvida em pagamentos de propina para funcionários da Eletronuclear, esquema que está sendo investigado no âmbito da Operação Lava-Jato da Polícia Federal.

 

Veja o texto publicado no Diário Oficial e que também pode ser verificado nesse link.

PORTARIA No – 691, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2017

O GERENTE DE OPERAÇÕES DE EMPRESAS DE TRANSPORTE AÉREO – 121, no uso da atribuição que lhe confere o art. 1º, inciso IV, da Portaria nº 3.378/SPO, de 20 de dezembro de 2013, tendo em vista o disposto no Regulamento Brasileiro de Aviação Civil nº 119 (RBAC nº 119) e nas Leis nº 7.565, de 19 de dezembro de 1986, e 9.784, de 29 de janeiro de 1999, e considerando o que consta do processo nº 00066.504390/2017-84, resolve:

Art. 1º Suspender cautelarmente o Certificado de Operador Aéreo (Certificado COA) nº 2015-11-0FYW-01-00, emitido em 05 de novembro de 2015, em favor da sociedade empresária FLYWAYS LINHAS AÉREAS LTDA., determinada nos termos da decisão no processo nº 00066.504390/2017-84, comunicada à interessada em 24 de fevereiro de 2017, por meio do FOP 121 nº SEI 0462234.

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação

  • Uma pena, mau começou e já faliu. Em um país onde os impostos sugam os empresários e roubam o consumidor, só os grandes sobrevivem.

    • Empresa envolvida em lavagem de dinheiro amigo.

    • Lembrando que a mesma já está sendo investigada a um tempo na Lava Jato.

    • Alem de lavagem de dinheiro.
      Ainda usa nominho gringo,que bom que acabou

  • Brasilsilsil

  • Essa ANAC só serve pra fuder a aviação!

    • A Anac so fez a parte dela so cumpre o que tá na regulamentação..ela não tem culpa se a empresa não cumpriu os requisitos…é a mesma coisa de você estacionar na frente de uma garagem ser multado e dizer que a culpa é do guardinha que te multou

    • Entendi sua analogia! Mas falei isso foi pq depois que a ANAC assumiu o aeroporto dá minha cidade SBMK, ficou um inferno!

    • A Anac só deve para homologar e fiscalizar …quem cuida de aeroportos e a Infraero…nao troque alhos por bugalhos

    • Marcos Iran, deixa de ser chato cara, e nem todos são adms pela infraero, vc como o Papa Golf da aviação deve saber disso.

    • Amiguinho a Anac não é flor que se cheire, é muito, muito politizada! Quem dera se fosse só fiscalizar!

    • Sim mas não é Anac….como o referido colega falou ele ta trocando alhos por bugalhos so to esclarecendo…

    • Blz, mais estou falando da própria ANAC, não da confusão do referido colega!

  • Menos uma lavanderia de dinheiro Victor Franco

  • Menos uma Camila Ferreira

  • Uma pena!!!

  • Novidade até a mãe Dinah já previa isso

  • Se fu…, começou fudida e se quebrou, ficou esperando esquema dos cariocas ladrões, não pintou, quebrou

    • Para início de conversa, nem todo carioca é ladrão, assim como nem todo Paulista ou tocantinense o é. Um senhor da sua idade fazendo generalizações tolas como essa é de se lamentar muito.

    • Deve ter sido molestado por algum carioca..

    • Kkkkk Biba invejoso!

  • Chego a pensar que não passou de uma empresa de fachada pra lavar dinheiro de esquemas de corrupção. Uma pena pra aviação regional.

  • Jefferson Souza

  • Que triste

  • Arnaldo Pereira

  • Que triste viu

  • Estamos torcendo para aviação crescer e aí da nisso !!!!

  • Lucas Sutana

  • Queria entender como as pessoas podem ser tão ruins…. Cada um dos funcionários entrou na empresa acreditando no sonho do emprego justo e realização profissional…. Aí vc lê pessoas dizendo que bom que acabou…. Na atual situação do país ver a quantidade de família afetada com isso como pode achar bom o fim de uma empresa? Será que se fosse o ganha pão de alguém dá família teria o mesmo pensamento? Se foi lavagem, se foi golpe isso afetou aos funcionários que deram seus talentos e seu tempo e acreditaram na empresa. O fim de uma empresa aérea é muito triste e afeta muitas famílias. Tenham mais senso de humanidade com as pessoas…. Os funcionários são sempre mais afetados.

    • É muito triste Maiquel Andrieta… Muitas famílias endividadas…. Que deram o seu melhor…. Acreditando no sonho dá empresa aérea…. Como várias outras que começaram por baixo….. E estão na luta….. Absurdo…..

    • As pessoas só julgam sem menos saber de fato o que aconteceu e o que está acontecendo. Enfim…

    • Jamais vou achar bom uma empresa aérea fechar, falir, ou sair do Brasil ou de aeroportos…. São empregos que se perdem e pessoas que ficam sem alimentar suas famílias… Profissionais capacitados entupindo o mercado de trabalho por falta de oportunidade…. Como consegue achar isso bom???

    • Relaxa amiga! Pessoas desse tipo, Não tem parâmetros para discernir o que é bom ou ruim. Rsrsrsrs

    • Bem, perante a tudo o que pudemos entender no curto período de operação da empresa, era uma empresa de fachada e quanto menos dessas existirem, melhor vai ser. Um crescimento so vai ser bom quando for bom para ambos os lados. Penso sim nos funcionários mas penso que foram enganados e isso sim é triste. Portanto questiono muito mais a idoneidade da empresa do que a simples existência da mesma.

    • Cada um pensando no seu rabo, é sempre assim. Raça de hipócritas.

    • Senso de humanidade está acabando também, infelizmente.

    • Exatamente…. Enquanto cada um achar que é o dono dá verdade nunca vai dar certo…. Só vão entender o desespero quando tiver um pai dentro de casa em depressão, uma mãe ou estar na situação de se ver cheio de contas…. As empresas não vem com letreiro de lavagem…. Nem com tempo de duração…. Sou funcionária e fico muito triste com essa situação…. Eu sinto na pele então posso falar o quanto é dolorosa essa situação….

  • Hoje quando surge uma nova CIA, infelizmente não consigo acreditar que ela irá realmente decolar. As grandes sofrem com a crise, imagine as novatas?….Como eu tenho saudades de uns alguns anos atrás, onde tínhamos a TABA, PENTA, RIO-SUL, NORDESTE, GENSA, TAVAJ, RICO, TAF, PRESIDENTE, BR CENTRAL, PUMA, AIR MINAS, CRUISER, VASP, VARIG, TRANSBRASIL, WEBJET, BRA, FLY, Etc…

  • Lava jato…..

  • Demetrius Mariz

  • Essa cia alguma vez já voou???

  • Ricardo Teixeira

  • Alguem sabe o real motivo de interromper as operaçoes?

  • Gabriel Rodrigues

  • Tiago Meirelles acabou

  • Não havia solidez nenhuma! Eu nunca acreditei nela!

  • O setor aéreo tornou-se uma atividade global nos últimos 20 anos. E fica cada vez mais difícil ter uma aérea independente, sem alianças nacionais e globais. O fluxo de caixa para o inicio de atividades e consolidação do nome e rotas é enorme. Poucos podem suportar esses investimento por vários meses. Capital ou fluxo de caixa é o que faz uma aeronave voar. Posicionamento correto de marketing aliado ao planejamento estratégico de rotas definirá a longevidade da empresa. No país Euro-Afro-Tupiniquim essa atividade é de altíssimo risco, uma vez que, o governo também já participa da sociedade com altas taxas de impostos e encargos. Cabe aos empreendedores somente o sonho.É uma situação lamentável para qualquer empreendedor. Saudações,

    • joseluizdacosta@bol.com.br

      E mais, monopólio da Infraero, Petrobrás, só ai o custo chega à 60 % do custo do bilhete.

  • Bruno Góes…

  • Andrea Meireles Mota

  • Parabéns, os desempregados agradecem

  • Lá se vai mais uma !! Mais desemprego…. Que pais de bosta !!