Força Aérea Brasileira recebe o seu primeiro Boeing 767.

Boeing 767 C-767 FAB 2900

Pousou hoje pela manhã na Base Aérea do Galeão, anexa ao Aeroporto Intl. Tom Jobim, o primeiro Boeing 767-300ER da Força Aérea Brasileira (FAB). A aeronave veio dos Estados Unidos, onde passou por pintura e nova configuração.

O Boeing 767 irá substituir o KC-137 (Boeing 707) nas funções de transporte tático de tropas e de cargas realizados pela FAB. A aeronave será totalmente operada e mantida pela COLT Aviation em um aluguel que irá durar 36 meses podendo ser estendido por mais 12 meses, em um valor total de $19 milhões de dólares.

Boeing 767 C-767 FAB 2900 02

Na FAB a aeronave recebeu a designação C-767 e matrícula FAB 2900, e será baseada no Esquadrão Corsário que anteriormente operava os KC-137. Vale lembrar que esta aeronave não faz parte do programa KC-X da FAB, que selecionou o substituto definitivo do KC-137. Este programa está paralisado no momento e prevê a compra de dois Boeing 767-300ER e a sua conversão em Israel pela IAI para reabastecedores em voo.

É esperado que a aeronave entre em operação em poucos dias, realizando missões relacionadas às Olimpíadas RIO 2016 e também transporte de tropas do Brasil para a Missão da ONU no Haiti, a MINUSTAH.

A aeronave tem capacidade para 254 passageiros e 43 toneladas de carga. Este Boeing 767 fora fabricado em 1992 para a Martinair Holland, onde operou por 11 anos, depois ficou estocado por 2 anos antes de ser repassado à SkyGreece Airlines, que encerrou suas operações em Agosto do ano passado. Desde então voltou a ser estocado até ser escolhido pela COLT Aviation para executar o contrato firmado com a FAB.

Boeing 767 C-767 FAB 2900 03

 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

36 Comments:

  1. 19 milhões pagos em aluguel em uma aeronave antiga . Vai Brasil

  2. Vergonha!!! Além de relativamente antigo, e alugado. Tenho pena dos militares brasileiros, que tem que fazer de “fuscas” ferrares!!!

  3. Vergonha!!! Além de relativamente antigo, e alugado. Tenho pena dos militares brasileiros, que tem que fazer de “fuscas” ferrares!!!

  4. Enqua to isso o Mexico tem 787

  5. Tá sobrando dinheiro, não é???

  6. Gambiarra. Porque nao comprou uns airbus 330 mtt que fazem a função de reabastecimento em voo e cargas. Burros

  7. Onde que o B767 é antigo??? Gostaria de saber o embasamento. Tá de ótimo tamanho o B767, num país na atual conjuntura e tem criaturas querendo que gastem mais do que já foi gasto com esse daí??? Para o governo dos senhores, nos EUA, o presidente usa um B747-200 e um B757-200, onde o primeiro é de projeto bem anterior ao do B767, e o B757 é da mesma geração do B767. Antes de criticarem algo, se informem para não passar vergonha desnecessariamente.

    • Em relação á aeronaves atuais como o A330 por exemplo o B767 é sim um avião já ultrapassado é não tem nada haver porque a presidência Americana utiliza seus outros irmãos também “velhinhos” que sejam as melhores opções.

    • O projeto B767 tem várias atualizações que o deixaram atualizado, então não é correto dizer que ele é ultrapassado. Mudaram telas de crt para lcd, existem kits aerodinâmicos como winglets. Nada mais longe e errado que dizer que o projeto é ultrapassado, isso é falta de conhecimento.

  8. Precisamos de mais desses com capacidade para REVO

  9. Hahahahahaha parece notícia do sensacionalistas. Meu que vergonha ultrapassado, tipo recebe seu primeiro Monza Tubarão.

  10. Aeronave de aluguel aff sem comentários…

  11. Para quem não sabe, a American Airlines possui umas 11 aeronaves Boeing 767-300ER produzidas entre 1988 e 1992 que estão em operação transportando passageiros.
    E tem outra, o aluguel é por alguns poucos anos, então não é um problema a aeronave ter 24 anos, pois não permanecerá muito tempo na FAB.

  12. Importante investi na segurança nas Olimpíadas do Rio!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *