GOL apoia campanha global pelo fim da violência contra a mulher.

IMG_1723
Mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (Center for Women’s Global Leadership – CWGL), em 1991, iniciaram uma ação pelo fim da violência contra as mulheres. Desde então, todos os anos, são promovidos 16 dias de ativismo e debates apoiados pela Organização das Nações Unidas.
Na edição deste ano, a GOL Linhas Aéreas é uma das apoiadoras da causa e fará um discurso especial em todos os voos nacionais, no início de dezembro, alertando aos clientes a bordo sobre a iniciativa e a importância prevenir e combater a violência contra as mulheres.

Além disso, a empresa fará campanhas nas redes sociais e terá ainda uma matéria na próxima edição da revista GOL com entrevista da Nadine Gasman, representante do Escritório da ONU Mulheres no Brasil. A ação acontece entre os dias 25 de novembro e 10 de dezembro – Dia Mundial dos Direitos Humanos.
“A GOL, por ser uma empresa plural e democrática, reforça essa corrente em prol de um país sem agressão contra as mulheres”, ressalta Florence Scappini, diretora de Marketing da companhia.

A iniciativa tem, ainda, o apoio do Secretário-Geral da ONU, que, em 2012, criou o “UNA-SE pelo fim da violência contra as mulheres”. O projeto convida os governos e a sociedade a iluminarem suas cidades e Estados, no dia 25 de novembro – Dia Internacional pelo Fim da Violência contra as Mulheres -, com a cor laranja, além de organizarem atividades pelo fim da violência contra as mulheres e meninas.

Em 2014, mais de 70 países e 100 milhões de pessoas se engajaram na campanha “UNA-SE pelo fim da violência contra as mulheres”. Apesar dos progressos, os níveis de violência contra mulheres continuam elevados em todo o mundo – o Brasil é o 5º país no ranking. A insuficiente atenção à prevenção da violência e a manutenção dos estereótipos de gênero continuam sendo grandes obstáculos dessa luta.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

Comente