GOL garante tarifas mais baratas para quem não despachar bagagem.


A GOL Linhas Aéreas Inteligentes anuncia que terá uma classe tarifária mais barata para aqueles clientes que não forem despachar bagagens e manterá também a opção daqueles que preferirem continuar a ter esse benefício ao adquirir o bilhete.




“Quando a medida que permite a franquia de bagagens entrar em vigor, ela intensificará a concorrência entre as companhias aéreas brasileiras, beneficiando os consumidores. A exemplo do que aconteceu após a liberdade tarifária das passagens aéreas, em 2001, permitindo a queda no preço das tarifas e, consequentemente, a democratização do setor aéreo no país”, explica Paulo Kakinoff, presidente da GOL. “Portanto, o cliente que não quer ou não precisa despachar suas malas, não pagará mais por esse serviço, como acontece hoje”, ressalta.

Será um modelo muito simples e os clientes não terão dificuldades para identificar as tarifas mais baratas sem o despacho de bagagens. Aqueles que escolherem essas tarifas terão ainda a opção de adquirir a franquia, que será calculada por volume despachado. Os valores da unidade, que ainda serão definidos, irão crescer de acordo com a quantidade de malas. A primeira será mais barata que a segunda, que será mais barata do que a terceira e assim por diante.

Esse serviço poderá ser adquirido em todos os canais de atendimento da GOL (app, site, totem, central de atendimento, balcão), sendo que haverá preços especiais para aquisição prévia (antes do check-in) e no autoatendimento. Clientes Smiles terão condições diferenciadas, assim como aqueles que optarem por outras classes de tarifas que já incluirão a bagagem. Nos voos internacionais, os clientes GOL Premium também terão vantagens.

Nesse momento, a companhia trabalha para adequar seus processos e sistemas a essa classe tarifária e treinar suas equipes para garantir o melhor atendimento em todos os pontos de contato com o cliente. A data da implementação e mais detalhes do novo modelo serão anunciados pela companhia em breve.

A empresa ressalta que, quando a resolução da ANAC entrar em vigor, no dia 14/03, o peso limite da bagagem de mão passará de 5 para 10 quilos – mais um benefício e comodidade que será oferecido aos clientes da GOL.

Da GOL

47 Comments:

  1. É ridicula essa nova lei!!! Excesso de bagem acho justo cobrar mas qualquer bagagem isso não.

    • Acha justo pagar por bagagem mesmo que não leve nada??

    • kkkkk e vc acha mesmo que não vão cobrar? Vivemos no Brasil esqueceu? O lanchinho a bordo foi a mesma conversa…. Será cobrado e isso irá reduzir o preço das passagem, kkkkkkkk passagem está até mais cara, eu diria muito mais cara!

    • Emanuel Schott hahahahhaa. Piada né, parceiro? Tá de sacanagem.

    • Antes de julgarmos, temos que acompanhar e ver se realmente haverão preços melhores.

      Em vários países do mundo é feito assim, a questão aqui é colocar em pratica

    • passagem cara mesmo era na epoca que vc fazia o trecho brasilia pra congonhas SP e era 800 so de ida. Hje em dia barateou e muito

    • Thiago Lima Países sérios vc quer dizer né, agora nessa piada chamada Brasil eles fazem o que querem inclusive dar com os ombros para qualquer tipo de lei. Veja se respeitam a lei das indenizações por atrasos nos vôos!

    • Bruno Urbino Tagiacolo Mas a tendência seria essa mesmo. Abertura para todos poderem usar e com isso baratear. Avião hoje é mais um meio de transporte e não artigo de luxo como antigamente. Esse foi o plano da Azul quando chegou ao Brasil, mas infelizmente a panela aeroviária jogou um balde de água fria nos planos da Azul.

    • A viagem é interestadual ou Internacional como não vai levar uma mala. Ridículo isso

    • A viagem é interestadual ou Internacional como não vai levar uma mala. Ridículo isso

    • Gente, aqui no Brasil as companhias vão usar de estratégia para obterem mais lucro. Mas nos países evoluídos da super certo a cobrança pela bagagem.

    • Se uma pessoa for fazer uma viagem de negócios, saindo de sp até bsas para ficar um fim de semana lá, porque ela precisa levar uma mala no bagageiro? Mala de mão é suficiente. Ela não precisa pagar por um serviço que não vai utilizar. É assim no mundo todo, exceto nos países maravilhosos que acreditam na esquerda tipo Venezuela e Brasil. Não existe almoço grátis, amigão.

    • Penso o mesmo Flávio e espero que realmente as companhias aéreas repassem esse custo a menos para o consumidor e não simplesmente manter o valor e dizer que o desconto está sendo feito. Ato muito comum aqui no Brasil!

    • Pra mim, deveria baratear viagens longas e encarecer as viagens curtas (Distancia de até 350Km entre Aeroportos como Brasília e Goiânia por exemplo)

      E sobre ideologia política, na pratica esquerda e direita nunca existiu, porque se elas existissem vai saber o que pode acontecer, mas supondo que existissem, a esquerda que derrubou muito os preços de passagens aéreas, mas aeroportos viraram uma bagunça ainda mais causada por pessoas de baixa renda (não que tenham santinhos pessoas de média e alta renda, mas quando apareceu pessoas de baixa renda em aeroportos, ficaram do jeito que estão

  2. Leomar Marllon bom pra nos kkkk pagar mais barato

  3. Troooouxa quem acredita nessa baléla

  4. Tinha que ser gol para cobrar tudo!

  5. O negócio é boicotar essa empresa quero vê eles cobrarem malas ou qualquer outra coisa

  6. A azul a Tam a avianca cobrem os trechos da gol

  7. Até a passaredo pode ser opção pra algums destinos

  8. Acho justo! Menos peso, menor valor!

  9. Opassageiro tem que receber o desconto igual ao cobrado pelo quilo em excesso, valor do bilhete menos o pesso que não for levado dos 23 kg ao que tem direito

  10. Não há muito o que comemorar!
    Não adianta colocar como benefício o que é regressão de diretos do consumidor, o fato é: a corda sempre arrebenta pro lado mais fraco.

  11. Não se pode deixar de negar que colocar algum tipo de benefício é louvável, mas não chega a ser justo muito menos um benefício!

  12. Ainda falta 30 dias para 1° de abril…

  13. Putz, isso acontece mundialmente e não vai demorar muito para as demais entrarem no jogo. Acho justo, paga-se pelo que é preciso, sem mais nem menos.

  14. Ok, basta aumentar as tarifas(com bagagem) acima do que está hoje… Faz o pax não despachar bagagem e cobra o valor com desconto(que na verdade é o preço que pagamos hoje.
    No final, cairemos no conto do “pela metade do dobro” e a cia ainda terá mais espaço no porões para transportar mais carga e encomendas(que dá muito dinheiro) e o cliente apenas terá menos direitos do que tem hoje!

  15. Eu não acredito que isso será levado à sério.O que vejo é que em pouco tempo essa “Tarifa mais barata” será suprimida e os preços retornarão aos valores normais com o “brinde” da “bagagem despachada tarifada” !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *