GOL retoma rotas e amplia oferta de voos para o Norte e Nordeste.

14224823_1128345883920953_9114940750606234280_n
A GOL Linhas Aéreas Inteligentes passa a oferecer novas opções de voos para as regiões Norte e Nordeste do Brasil. Entre as cidades atendidas pelas novas operações estão: São Luís (MA), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Natal (RN), Belém (PA), Marabá (PA), Santarém (PA) e Macapá (AP), além de Rio Branco e Cruzeiro do Sul (AC).

Os novos voos estão disponíveis para venda no site da companhia (www.voegol.com.br), nas Lojas VoeGOL e nas agências de viagem.

Região Norte

Durante os meses de agosto e setembro, a companhia realizou diversas melhorias na malha da região Norte, beneficiando os clientes que partem ou se destinam a esta localidade.

A oferta de assentos entre as cidades de Brasília e Marabá, Belém e Marabá e Belém e Santarém, foi ampliada e, desde agosto, os voos entre as cidades passaram a ser operados com aeronaves Boeing 737-800, com capacidade para até 177 clientes. Em setembro, a rota entre Cruzeiro do Sul e Brasília, no Distrito Federal, com escala em Rio Branco, também teve aumento no número de assentos ofertados, representando 29% poltronas a mais, se comparado ao modelo Boeing 737-700, com capacidade para 138 passageiros, usado nos demais voos da rota.

Também em setembro foram incluídos na operação novos voos entre Belém e Macapá, em período diurno. No total, a GOL passou a oferecer 12 frequências semanais entre os dois destinos, complementando as opções noturnas. As saídas no início da tarde trazem ainda mais conforto e agilidade aos clientes, possibilitando uma ligação mais rápida de Macapá para São Paulo (GRU), com apenas uma escala em Belém, sem a necessidade de sair do avião.

Os ajustes na operação na região seguem até outubro, quando serão inseridos novos voos entre Belém e outras quatro cidades do norte e nordeste do País, são elas: Manaus, Fortaleza, Santarém e São Luiz. Esta inclusão atenderá a alta demanda no período de comemorações da festa religiosa Círio de Nazaré, na capital paraense, e serão mantidas na malha regular da companhia.

Outro benefício para os clientes será o aumento de duas frequências semanais, a partir do dia 7 de outubro, entre Rio Branco e Brasília, totalizando quatro voos por semana entre as duas cidades.

Região Nordeste

Para melhor atender os clientes, em setembro, a GOL retomou as operações diretas entre Fortaleza e Natal e Fortaleza e Manaus. Os voos com destino a capital potiguar serão operados diariamente; já a rota para a cidade amazonense passa a ter três frequências semanais.

No mesmo período, a rota direta Salvador – Natal, também foi reintegrada a malha da companhia, e voltou a operar com cinco frequências semanais entre as cidades. Já os voos diretos para Congonhas, em São Paulo, operado exclusivamente pela GOL, foi ampliado com novas operações aos sábados e domingos, totalizando 9 frequências semanais entre os aeroportos.

A partir do dia 2 de outubro a GOL iniciará uma nova rota entre São Luís e São Paulo (CGH). A companhia é a primeira aérea a operar este voo sem escalas ou conexões, oferecendo seis frequências semanais entre os destinos. São Luis complementa as operações da GOL para o Nordeste com origem no aeroporto de Congonhas, que já conta com voos diretos para Natal (RN), Maceió (AL), Aracaju (SE), João Pessoa (PB), Fortaleza (CE), Recife (PE), Salvador, Porto Seguro e Ilhéus, na Bahia.

Informações da assessoria de imprensa

Luis Neves

É agente de turismo e acompanha a evolução da aviação brasileira desde o final da década de 80. Fotografa tudo o que voa e tem uma das maiores coleções de fotos de aviação do Brasil.

19 Comments:

  1. Poderia criar novas rotas para o Nordeste a partir de Belém. Tem apenas ligação com São Luiz e Fortaleza.

  2. A GOL como sempre, nunca sabe o que quer da vida…..

  3. Cleber Von Linde a CRASE c subindo

  4. Parabéns a GOL! Gostei muito da retomada e ampliação de rotas. Porém, ressalto meu desejo na retomada dos vôos entre Boa Vista/Manaus/BoaVista.

  5. Manhê ❤️❤️ Patricia Florindo

  6. Realmente não entendo. Demitiu quase todos os mecânicos que cuidavam das aeronaves, e agora amenta oferta de voos. voos com emoção? Será?

Comente