Governo libera entrada de companhias estrangeiras no mercado doméstico.

O ministro do Turismo, Marx Beltrão, anunciou nesta terça-feira (11.04), em Brasília, o Brasil + Turismo, um pacote de medidas para fortalecer o setor no Brasil. Dentre elas está a participação estrangeira de 100% em companhias aéreas, assim liberando a entrada de companhias de fora no setor doméstico.




Uma das medidas é a Ampliação da Conectividade Aérea, que é uma alteração do Código Brasileiro de Aeronáutica para permitir a abertura de 100% do capital das empresas aéreas brasileiras ao investimento estrangeiro. O objetivo é aumentar a competitividade, o número de voos e de turistas viajando dentro do país, além de ampliar a malha aérea regional para possibilitar o deslocamento de mais visitantes nacionais e internacionais.

Na prática esta medida permite que uma empresa como a Ryanair abra uma subsidiária no Brasil com os mesmos acionistas da sua sede na Irlanda. Esta decisão do governo permite maior competitividade no setor e já é adotada em diversos países.

Ainda não ficou claro se irá valer a regra da reciprocidade, um rumor que surgiu meses atrás, que seria a exigência que o país de origem da companhia estrangeira permita que uma empresa aérea brasileira também tenha 100% de participação em seu país. Exemplo seria a Irlanda permitir que uma aérea brasileira ter uma subsidiária de capital 100% brasileiro operando lá.

Apesar do anúncio de hoje, não foi falado uma data para começar a valer essas novas medidas. Vale lembrar que esta nova medida não muda as regras de contratações de tripulantes, que ainda precisam ser brasileiros, sendo permitido estrangeiros apenas por 6 meses e com fins de instruir brasileiros para um novo equipamento, por exemplo.

Informações pelo Ministério do Turismo

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

78 Comments:

  1. Quinze anos atrasado mas está valendo!

  2. Com tanto que eles não cobrem até pelo ar pra respirar como a Ryanair faz na Europa, tá tranquilo

    • Pois é amigo, esse é o problema, os preços certamente não será o cobrado na Europa, a 2 anos atrás paguei, € 7 por um bilhete Milão (Bergamo) Londres, e um outro bilhete pisa – Marrakesh (Marrocos) €50 ida e volta, acho difícil acompanharem essas tarifas

  3. Brasil um país atrasado! Mas finalmente tomaram uma ótima decisão.

  4. Bem vindos, mas tragam aviões bons e não tralhas velhas.

    • Aeronave velha gasta muito combustível e aqui é muito caro, só se a empresa for de algum louco que gosta de rasgar dinheiro.

    • Mas tivemos uma aeronave da American Airlines, em Curitiba, que nem uma tela no encosto da cabeça, tinha kkkkk
      Uma lata velha que batia até as janelas.
      Tiraram daqui, antes que se desmanchasse no pátio kkk
      Vc nem imagina o que foi viajar naquela lata velha!!

    • Posso te garantir que nao era uma lata velha…

    • Posso te garantir q aquilo não era um
      avião que alguma empresa decente, mande p uma cidade como Curitiba.
      Realmente, vc não pode saber pq eu e mtos passageiros que viemos olhando p o tecido do encosto da poltrona, as janelas batendo, comissárias que pareciam uns bichos de grossas, bwcs com defeitos, também não acreditamos naquilo.
      Tão ruim que estavam preferindo ir à SP que sair daqui p Miami.
      Lata velha, mesmo!!

    • A American tem aeronaves zero km ela só não usa em certos locais onde não tem concorrência onde tem e so aeronave top então não tome por base isso e confira a frota das companhias que tem desde aeronaeronaves com 20 anos como aviões que chegaram semana passada…no Brasil a uma regra de ter poucos anos de vida

    • Sim, Marcos Iran, não sou expert em aeronaves, apenas nunca imaginei q mandariam em 2015 um avião tão bagaceira p nós kkkk…tomara que agora mandem todas boas.
      E claro q aquela tranqueira foi uma exceção!!Dizem que outras eram boas, aquela q dei azar kkkkk

  5. Baratear o combustível ninguém fala, né?

  6. Gustavo Biazotto Schelesky olha o mercado de piloto esquentando ai

  7. Se as chinesas vem pro Brasil, seria vida!

  8. Quem sabe com mais concorrências as passagens não fiquem mais baratas

  9. Ameeennnnnnm!!! Num feriado como esses poderemos ir pra manaus sao paulo natal qqr kct Gustavo Guedes

  10. Agora o preço das passagens deve cair e a qualidade do serviço melhorar.

  11. E vcs acham que vão contratar tripulação brasileira?

  12. Agora só falta liberar as empresas de telefonia …

  13. Não me parece uma decisão para o Ministério do Turismo decidir.
    O espaço aéreo é de segurança nacional

  14. Será que vão contratar tripulação brasileira ou vão trazer os da Europa?

  15. Estrangeiros podem dar instrução em equipamento novo apenas, ou seja, um B787 começou a operar aqui e não há pessoas capacitadas, apenas nesta exceção, nas demais é vetado pelo Cbaer.

  16. Será que elas vão conseguir praticar preços baixos aqui?

  17. O governo fez uma boa escolha,só assim vai acabar com esse quartel da aviação no Brasil,empresas estrangeiras vão começar a melhorar a aviação brasileira e gerar mais empregos.

  18. Carlos, calma lá… Não é bem assim… O que foi liberado é a participação nas aéreas JÁ EXISTENTES…. Não que uma Emirates vai chegar aqui e começar a fazer ponte aérea…. Calma lá… Reveja isso esse “Governo libera entrada de companhias estrangeiras no mercado doméstico”, porque não é bem assim.

  19. Agora a Qatar compra toda a Latam Brasil e cria uma nova companhia <3

  20. Qnd li isso: não muda as regras de contratações de tripulantes” meu sorriso foi à marte pois teremos muito mais chances de entrar agora!

  21. DEMOROU CONSIDERO EU, ESSA LIBERAÇÃO DEVERIA TER SIDO FEITA A MUITO TEMPO E ACABAR COM CONTROLE E MONOPÓLIO DE CIA AÉREAS DENTRO DO MERCADO NACIONAL E INTERNACIONAL… ISSO JÁ DEVIA TER SIDO FEITO A MUITO TEMPO…. TODAS INICIATIVAS TOMADAS EM TORNO DO TURISMO ELA SÓ TRARÁ SEM QUAL QUER RESTO DE DUVIDA MUITOS BENEFÍCIOS PARA O SETORES RELACIONADOS AO MERCADO…. DARÁ MAIOR POSSIBILIDADES PARA GERAR MUITAS SITUAÇÕES DE GRANDES BENEFÍCIOS CONTRIBUIRÁ PARA ELEVAR A ECONOMIA DO PAÍS, E GERAR MAIOR POSSIBILIDADES DE EMPREGOS E PROMOCIONAL EM NÚMEROS DE TRABALHOS…..

  22. MAS AINDA FALTA MUITO PARA NOSSO PAIS SER BOM NESTE SETO, MAIOR SERIEDADE COM ASSUNTO E GERAR MAIS RECURSO E LIBERAR MUITO MAIS OUTRO SETORES QUE SAO TRAVADOS NO SISTEMA E MEIOS OPERACIONAIS DO TURISMO A NÍVEL NACIONAL PARA BEM ACOMPANHAR O FLUXO INTERNACIONAL…. NÃO ESQUECENDO DOS SETORES MENORES DO PAÍS ONDE MUITOS PODERIA MELHOR SE DESENVOLVER NO EMPREENDEDORISMO TURÍSTICOS E FACILITANDO OPORTUNIDADES PARA ESTES SETORES FINS E ETC….

  23. Agora quem trabalha na TAM , Azul,Gol e Avianca irão saber quem são seus verdadeiros patroes , alias né já sabem , só não podem oficializar.

  24. ATUALIZAÇÃO: A Revista ISTOÉ divulgou a pouco que o governo recuou e desistiu da medida como Medida Provisória que teria efeito imediato, agora vai virar Projeto de Lei e terá que passar pelo congresso.

  25. Quanto mais concorrência, melhor pra todos.

  26. “Na prática esta medida permite que uma empresa como a Ryanair abra uma subsidiária no Brasil…”

    DEUS NOS LIVRE!!!!! De porcarias como essa, já basta as que nós já temos.

Comente