GRAER-GO: Referência nacional em tempo de resposta às ocorrências policiais

18

O Grupo de Radiopatrulha Aérea da Polícia Militar do Estado de Goiás é hoje uma verdadeira referência em agilidade de resposta ao atendimento de ocorrências. Os goianos apreciam, elogiam e têm no grupo aéreo da polícia um motivo de se orgulhar.

Eu, Ícaro Roberto, editor AEROIN para o Centro-Oeste visitei o grupamento onde fui muito bem recebido por seu comandante, o Major Ricardo Alves Mendes. Convido todos a apreciarem a história e os dias atuais do batalhão e entender o por quê dele ser uma referência nacional quando o negócio é ação rápida. Acompanhe!

 

Texto: Ícaro Roberto – Editor AEROIN

Fotos: Ícaro Roberto e Acervo da Polícia Militar do Estado de Goiás

  

Quando cheguei o grupamento estava em plena gravação de um vídeo promocional que será passado no aniversário na Polícia Militar. O material é emocionante e vai mostrar toda a operacionalidade do grupo. Empolgado, entrei no clima da gravação e não esperei para começar meus cliques.

Após recebermos a orientação sobre segurança e os locais de onde poderíamos fazer nossas imagens enquanto houvesse aeronaves com motor acionado. Na companhia do Soldado Pitta, registramos as belas imagens abaixo durante o briefing.

14

20

23

 

32 anos de GRAER

O batalhão começou no ano de 1981, quando o Governo do Estado de Goiás adquiriu junto à empresa Helibras, para a Polícia Militar do Estado de Goiás, um helicóptero Esquilo fabricado aqui mesmo no Brasil, na cidade de Itajubá em Minas Gerais.

Abrindo parênteses para explicar: o esquilo, é um dos helicópteros mais usados por polícias ao redor do mundo. É empregado operacionalmente no combate ao crime, equipado com um motor Turbomeca Arriel 1B, apresenta melhor desempenho em altitudes elevadas e em temperaturas altas. Graças a uma cabine com mais espaço útil e aos diversos equipamentos opcionais disponíveis, esse helicóptero pode executar as mais diversas missões, tanto civis quanto para públicas.

Nos quinze anos seguintes, o GRAER-GO fora comandado pelo Coronel Jorge Sobrinho e pelo Tenente Coronel Jairo, seu irmão. Tempo em que o grupo aéreo começava a dar seus primeiros passos rumo a excelência de hoje. Naquele início dos anos 2000, o GRAER-GO contava apenas com um esquilo, o Falcão 01.

 

Após este tempo, o excelentíssimo Sr. Coronel Edson Costa Araújo, Comandante-Geral da PM-GO, designou através de uma portaria o Tenente Coronel Mauro Douglas, como novo comandante da unidade aérea, no período que comandou ele deu inicio as obras de adequação do hangar “Cap. Mauro Malta” para atender as demandas de uma unidade aérea.  Nesse momento o Governador do Estado aprovou a aquisição do Falcão 02,(PP-EMV) uma aeronave Eurocopter AS 355 Esquilo Biturbina, que infelizmente sofreu um acidente sem vítimas no ano de 2001, vindo a tornar-se irrecuperável.

28

PPEMV

 

Nos dias de hoje e casos de sucesso

Atualmente o GRAER–GO é exemplo no Estado e prima pela excelência e credibilidade em suas ações, participando do atendimento de toda e qualquer ocorrência. As aeronaves hoje devem estar no ar em no máximo dois minutos após seu acionamento, demonstrando assim um alto nível de performance e comprometimento.

Todo o efetivo do GRAER-GO é especializado, sejam pilotos, tripulantes, mecânicos ou apoio de solo e tal time soma inúmeros sucessos em ocorrências onde sua participação foi essencial para o seu desfecho positivo.

O Grupamento já efetuou diversas ocorrências entre elas se destacou na desarticulação de uma quadrilha de roubo de cargas, onde o responsável pela ação aparentava ser ligado a uma facção criminosa que atua em presídios de São Paulo.

Alguns até tem uma carpa tatuada, característica comum, de acordo com a polícia, aos integrantes da facção, outro destaque na mídia  foi a prisão de quadrilha de roubo a bancos mais conhecida como o “novo cangaço” que aterrorizava a população do interior goiano, mantendo varias pessoas reféns.

67

29

27

Polícia-Militar-e-Polícia-Federal-prendem-quadrilha-de-traficantes-em-Goiás

Polícia-Militar-e-Polícia-Federal-prendem-quadrilha-de-traficantes-em-Goiás-2

 

Os falcões e seu apoio

A unidade conta hoje com dois helicópteros, um Helibrás HB-350B Esquilo, o “Falcão-01” (PP-EHO) e o Agusta Westland AW-119ke Koala, o “Falcão-02” (PR-PMG), ambos trabalham para diminuir o tempo de resposta da ação da Polícia Militar no atendimento das ocorrências, e apoiar as equipes de terra, maximizando o tempo de resposta da PM-GO, no atendimento as mais diversas ocorrências em todo território goiano.

Além das aeronaves, o grupamento conta com três viaturas operacionais Amarok e Ranger para o apoio terrestre, dois caminhões com capacidade de comportar até 8.000 litros de querosene. São 51 policiais militares bem treinados compondo a unidade.

Os helicópteros são máquinas versáteis de múltiplas aplicações, potencializam o trabalho da polícia, como plataforma de observação, proporcionando aos policiais um vasto campo de visão, ampliando sobremaneira a segurança do pessoal em terra e concorrendo, decisivamente para o sucesso da operação.

3848

3612

65

09

42

50

44

 

Nossa experiência em voo

Tivemos a grata oportunidade de voar no Falcão 01, o Esquilo, em uma missão de reabastecimento, decolamos do SWBP na base do GRAER-GO com destino ao Aeroporto de Goiânia, a aeronave extremamente estável, e a missão transcorreu com tranquilidade, proporcionando também belíssimas imagens que compartilho com vocês a baixo.

Sabe quais são as vantagens da utilização de helicópteros na defesa civil?

1) Possibilita maior flexibilidade e mobilidade nas operações, aumentando a área de influência e de presença Policial Militar;

2) Facilita a realização de operações destinadas a suprir exigências não atendidas pelo policiamento ostensivo normal;

3) Debilita o criminoso no campo psicológico deixando-o altamente inquieto pela ação da aeronave;

4) Permite vencer distâncias e ultrapassar barreiras que poderiam dificultar ou impedir a ação de forças terrestres;

5) Possibilita a observação, identificação e localização de ações ou atividades que alterem ou perturbem a ordem social;

6) Permite a coordenação e controle de fração empenhada em Operações Policiais Militares, facilitando a tomada de decisões;

7) Aumenta a segurança do Policial Militar em terra;

8) Permite o rápido transporte de pessoal, armamento e equipamento para locais onde se faça necessário;

9) Propicia socorro imediato às vítimas que, necessitam de tratamento médico de urgência;

10) Possibilita condições de estabelecer um ponto de observação aérea, criando assim uma completa e nova dimensão para obtenção de informações.

A Família AEROIN gostaria de agradecer a oportunidade de conhecer o batalhão, agradecer a tripulação do Falcão 01 pelo voo e todos os militares que ali nos ajudaram e nos apoiaram durante todo o preparo dessa Matéria, em especial ao Major Ricardo Mendes comandante do GRAER-GO e o Capitão Camara responsável pela unidade durante a ausência do Major, pelo apoio durante a matéria.

 

Mais fotos

Um Comentário:

  1. As equipes estão de parabéns pelo trabalho prestado à sociedade.

Comente