GRU Airport é o melhor entre os terminais mais movimentados, segundo Governo.

GRUAIRPORT

A Secretaria de Aviação Civil (SAC) divulgou o relatório de Desempenho Operacional e da satisfação geral dos passageiros nos principais terminais aéreos do país referente ao primeiro trimestre de 2016.

Na categoria de mais de 15 milhões de passageiros/ano, que também inclui Congonhas, Galeão e Brasília, o Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos, o GRU Airport é o melhor na visão dos passageiros, apresentando um avanço de 9,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

A melhora na satisfação dos passageiros é reflexo de três anos de gestão privada, período no qual a Concessionária fez investimentos da ordem de R$ 3,9 bilhões em obras de expansão da capacidade de pátios de pistas além de ações voltadas para aumentar a qualidade dos serviços, melhorando a sensação de conforto e segurança.

A fim de permitir uma análise entre aeroportos com semelhanças operacionais e que ponderasse as respectivas grandezas físicas, os aeroportos foram separados em categorias baseadas no número de passageiros processados por ano. Dessa forma, foram definidas 3 categorias: até 5 milhões de passageiros/ano, de 5 a 15 milhões de passageiros/ano e mais de 15 milhões de passageiros/ano. Sendo assim, considerando o número de passageiros processados em 2015, distribuiu-se os aeroportos nessas categorias, obtidos os seguintes grupos:

RANKINGSAC

O passageiro entrevistado avaliou critérios indicadores em notas de 1 a 5 que envolvem basicamente: tempo de espera (check-in, filas, conexões), serviços de transporte, limpeza, prestatividade de funcionários, disponibilidade de comércios, segurança, estacionamento, clareza de informações e diversos outros.

No panorama geral, como noticiamos, Viracopos teve as melhores notas, tomando o posto que pertencia a Curitiba, com nota 4,51, seguido de Guarulhos (4,44), Fortaleza (4,37) e Recife (4,35). Entre os cinco melhores terminais, três são da rede Infraero, o que indica competitividade entre os terminais já concedidos.

A coleta de dados foi distribuída ao longo dos meses de janeiro, fevereiro e março, totalizando 13.830 entrevistas. Desse total, foram realizadas 8.776 entrevistas com passageiros de voos domésticos e 5.054 entrevistas com passageiros de voos internacionais, obtendo-se a representatividade da população prevista estatisticamente.  

O relatório completo que apresenta os indicadores de cada aeroporto está disponível no site da secretaria.

GRU Airport terminal 31

André Le Senechal

Pesquisador apaixonado, piloto privado. Aluno de Aviação Civil na Anhembi Morumbi. Respira o ar do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos. Assíduo praticante de Plane Spotting e Simuladores de voo.

2 Comments:

  1. Serio ?? Passo com frequência por ai e nãó vejo essa satisfação …as vezes a aeronave chega no finger e não ha ninguém para liberar, ou a aeronave fica no patio ate determinarem o local de parking, ou mudam a esteira de bagagens sem que os passageiros fiquem sabendo, ou ….
    Mas é apenas a minha opinião.

  2. GRU, uma vergonha para uma mega cidade, totalmente incompatível com o local, e já operei em quase todos os principais do mundo, tem lugares bem menores com aeroportos MUITO melhores. HKG, SIN, BOM, CAN, AMS e por aí vai…

Comente