British Airways ajuda irmãs a se encontrarem pela primeira vez desde a II Guerra.

British Airways Reencontro

A britânica Mandy Shore nasceu em plena Segunda Guerra Mundial. Seu pai era um piloto de bombardeiro da Força Aérea Americana que, para servir na guerra, deixou sua filha para adoção. Anos se passaram, até que uma surpresa uniu a família novamente.

Do outro lado do mundo, nos EUA, alguns anos depois, nasciam as irmãs Lynn e Ann. Elas sempre souberam que o seu pai tinha tido outra filha no Reino Unido e, apesar de nunca a terem conhecido, sempre pensavam nela. Como seria ela?

Aproveitando-se da tecnologia, elas decidiram procurar por parentes do seu pai com a ajuda de uma empresa que usa o DNA para encontrar parentes perdidos. Tendo indícios de onde poderiam haver parentes, elas se preparavam para embarcar rumo à Inglaterra.

 

O pai serviu como piloto de bombardeiro B-17 no 91º grupo de bombardeiros do Exército Americano.

O pai serviu como piloto de bombardeiro B-17 no 91º grupo de bombardeiros do Exército Americano.

 

A British Airways foi mais rápida, encontrou a irmã ‘perdida’ e, dias antes de Lynn e Ann embarcarem para Inglaterra, a levou até Austin, no Texas.

E foi durante o embarque que as irmãs tiveram uma emocionante surpresa, veja no vídeo abaixo:

Pela assessoria de imprensa da British Airways.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

2 Comments:

  1. Puxa, inda história e grande iniciativa da British Airways!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *