KLM Cityhopper completa 50 anos de história.

NLM, a ‘Companhia Aérea Holandesa’, em 1966 alçou seus primeiros voos, passando a ter ‘Cityhopper’ em seu nome apenas no início da década de 90, buscando atingir o público europeu com as rotas secundárias, além de atender empresários e passageiros de primeira viagem que começavam a se movimentar no velho continente após a devastação da segunda guerra mundial. Após conquistar o mercado doméstico holandês, se tornou referência em transporte regional para o mundo inteiro, chegando hoje a transportar mais de 7 milhões de passageiros/ano.

Sua frota, inicialmente composta apenas por Fokker F27s, expandiu-se gradualmente até se tornar a maior frota de Fokker no mundo, com o F50, F70 e F100. A opção de renovação da frota para o novo milênio foi nada menos do os produtos da nossa Embraer, que substituirão gradualmente os Fokker.

 

1991_klc_promotieteam

 

Com tecnologia e economia de combustível, os Embraer E190 passaram a operar sob o azul característico da empresa em 2008. Os E175, versão de menor densidade, também compõe a frota que, até o ano que vem. não terá mais nenhum Fokker.

A companhia aguarda mais de 20 pedidos, além de opções, de E175/E190 que ainda serão entregues pela Embraer. Essas novas aeronaves se juntarão às 33 da atual frota da Cityhopper.

Com informações de:

Frido Ogier – KLM Blog

 

2014_e190_in_nieuwe_livery


 

André Le Senechal

Pesquisador apaixonado, piloto privado. Aluno de Aviação Civil na Anhembi Morumbi. Respira o ar do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos. Assíduo praticante de Plane Spotting e Simuladores de voo.