Labace 2017 terá 45 aeronaves expostas no Aeroporto de Congonhas em agosto.

De 15 a 17 de agosto, São Paulo vai sediar o segundo maior evento do mundo de aviação executiva e o maior da América Latina. A Labace 2017 vai levar 45 aeronaves para o Aeroporto de Congonhas, no antigo hangar da Vasp, e cerca de 130 marcas da indústria mundial de aeronáutica. Ao longo dos três dias de evento, a ABAG (Associação Brasileira de Aviação Geral) espera um público superior ao dos anos anteriores.




“Estamos muito otimistas com o evento este ano, que marca 15 anos da Labace. Teremos os principais players da indústria mundial aqui em São Paulo e, tanto os primeiros sinais da retomada econômica brasileira, quanto o atual cenário global da aviação, nos levam a acreditar em um evento muito positivo do ponto de vista dos negócios”, disse Flavio Pires, Diretor Geral da ABAG. O executivo disse que o potencial do Brasil para a aviação executiva é muito grande, por isso o evento atrai o olhar de empresas do mundo inteiro. “Na Labace 2017, nos surpreendemos com o retorno de expositores que não estiveram no evento no ano passado e com muitas empresas que estarão aqui para participar pela primeira vez.”

No ano passado, mesmo com a crise econômica atravessada pelo país, a Labace contou com 41 aeronaves expostas, 136 marcas presentes e um público de 9 mil pessoas. “Ao longo dos 3 dias do evento, pelo menos cinco aeronaves foram vendidas e outras tantas começaram a ser negociadas”, disse Pires. A Labace foi criada com o objetivo de ser uma feira de negócios, atraindo um público interessado em adquirir aeronaves, helicópteros, produtos e serviços do segmento de aviação executiva.

Estão confirmadas empresas como a Bell Helicopter, Bombardier, Cessna, Dallas Airmotive, Dassault, Embraer, Gulfstream, Helibras, Jetex, Leonardo, Líder Aviação / Honda Aircraft, Pilatus / Synerjet, Tam Aviação Executiva, Textron, World Fuel Services, entre outras.

Mais uma vez a Labace será realizada no Aeroporto de Congonhas (com acesso pela Avenida Washington Luís, altura do número 6000), com área estática para exposição de aeronaves, e a área interna com estandes, para as empresas do setor apresentarem as novidades ao mercado. O Brasil é dono da segunda maior frota mundial de aviação geral, que entre outros inclui a aviação executiva. São mais de 15 mil aeronaves, usadas para conectar os mais de 5.500 municípios do país, através de 3 mil aeródromos. Mais informações: www.abag.org.br

Pela Assessoria de Imprensa da LABACE

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *