LATAM anuncia parcerias estratégicas com American e IAG Group.

A321 TAM Iberia British American

O Grupo LATAM Airlines anuncia que assinou um acordo comercial com a American Airlines e outro com o International Airlines Group (IAG), por suas companhias aéreas British Airways e Iberia. Esses dois acordos aprofundam o relacionamento entre o Grupo LATAM e outros membros da aliança oneworld, e seguem uma tendência global da indústria que começou há quase duas décadas.

Em uma implementação gradual, serão entregues importantes benefícios para os clientes do Grupo LATAM e de suas subsidiárias:

 

1. Acesso a uma rede de mais de 420 destinos para a LATAM (Europa, Estados Unidos, Canadá e América do Sul):

• Mais de 200 destinos da American Airlines se conectarão com mais de 90 voos diários provenientes da América do Sul operados pela American Airlines e pela LATAM;

• 87 destinos do IAG (British Airways e Iberia) se conectarão com 45 voos diários entre a América do Sul e a Europa operados pelo IAG e pela LATAM.

 

2. Mais voos e melhores tempos de conexão com:

• 2.500 voos diários da American Airlines nos Estados Unidos e no Canadá;

• Mais de 900 voos diários da British Airways e da Iberia na Europa.

 

3. Mais assentos disponíveis e melhores preços para os destinos não operados pelo Grupo LATAM

• Mais oferta por conectar melhor os voos a destinos que não são operados pelo Grupo LATAM e suas subsidiárias com preços mais competitivos;

 

4. Grande potencial de desenvolvimento de novas rotas e mais voos diretos a destinos novos ou já operados pelo Grupo LATAM

 

5. Clientes terão melhores opções para que alterar seus voos nas rotas incluídas no acordo

• Todos os voos incluídos nos dois acordos estarão disponíveis para atender as necessidades dos clientes, como mudanças de reservas

 

Todos os novos serviços e opções também estarão disponíveis para os associados programas de passageiros frequentes LANPASS e TAM Fidelidade.

Enrique Cueto, CEO do Grupo LATAM Airlines disse: “Estamos diante de uma excelente notícia para a América Latina. Por meio desses acordos, a conectividade será melhorada de maneira significativa, aproximando a América do Norte e a Europa da nossa região, com grandes benefícios para os nossos clientes. Esse passo é necessário para assegurar a maior rede de conexões para todos os latino-americanos e aumenta a possibilidade de, no futuro, incorporar novas rotas e abrir mais voos diretos para novos destinos ou para destinos já operados pelo Grupo LATAM e suas subsidiárias.”

“Quando grandes companhias aéreas podem trabalhar juntas, os clientes ganham com mais opções para escolher quando e como desejam viajar”, afirma Doug Parker, CEO da American Airlines. Os passageiros irão se beneficiar de opções de voos mais frequentes e convenientes do que qualquer uma das companhias poderia oferecer individualmente. Os clientes que viajam para a América Latina em breve terão acesso a mais de 100 destinos adicionais com a LATAM, além da atual rede na América, que já é extensa.”

Os dois acordos com membros da oneworld permitirão que o Grupo LATAM e suas subsidiárias aumentem sua rede para mais de 420 destinos, gerindo um rede de rotas entre a América do Sul, os Estados Unidos e o Canadá com a América Airlines e uma rede de rotas entre a América do Sul e a Europa com a IAG. Os países da América do Sul que fazem parte do acordo comercial entre a LATAM e a American Airlines são Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru e Uruguai. Já no acordo entre a LATAM e a IAG, os países da América do Sul considerados são Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai.

Os clientes contarão com melhores conexões para destinos onde hoje não é possível operar com os aviões da frota do Grupo LATAM e suas subsidiárias. A quantidade de voos para locais já atendidos pela rede da LATAM e suas subsidiárias também deve aumentar com o incremento da demanda por voos com conexão para destinos norte-americanos e europeus, o que por sua vez trará mais opções de horários de voos para os clientes.

Willie Walsh, CEO do Grupo IAG, destacou: “Nós já temos uma relação estreita com o Grupo LATAM como membros da oneworld, e esperamos ampliar ainda mais o nosso relacionamento. Esse acordo beneficiará os clientes, oferecendo a eles viagens mais fáceis para mais destinos, com horários mais alinhados e mais opções de frequências. Isso impulsionará tanto as viagens de turismo quanto de negócios entre a América do Sul e a Europa.”

Os clientes da American Airlines e do IAG terão acesso à melhor da rede aérea da América do Sul, com mais de 100 destinos e mais de 1000 voos diários operados pelo Grupo LATAM e suas subsidiárias e com benefícios equivalentes, o que aumentará o número de visitantes norte-americanos, canadenses e europeus, contribuindo para o desenvolvimento da região por meio do turismo e de viagens de negócios.

Além disso, esses acordos permitirão fortalecer o projeto do hub no Nordeste do Brasil, por sua posição geográfica estratégica, oferecendo grandes oportunidades para essas associações com a American Airlines e o IAG.

Ambos os contratos estão sujeitos às aprovações das autoridades regulatórias competentes nos diferentes países. Após sua implementação, cada companhia aérea continuará com suas operações de forma independente e manterá o controle de cada um de seus voos. Esses acordos não implicam em mudanças na propriedade ou administração das companhias aéreas envolvidas.

Os acordos, que aprofundam as relações entre os membros da aliança oneworld, seguem uma tendência global da indústria, que começou há quase duas décadas.

• 80% das principais companhias aéreas do mundo já têm pelo menos um acordo desse tipo.
• Mais de 30 % do tráfego aéreo de longo curso no mundo opera dentro desse tipo de acordo.
• A América do Sul é a região menos desenvolvida dentro desse âmbito de acordos

Fonte – TAM

5 Comments:

  1. E a GOL… Corre para fazer parceria com uma empresa da Alemanha, e ai vai de chamar GOL DA ALEMANHA… (Nãoooo… De novo não… kkkkk).

  2. Existem aviões que não vêm pro GRU. Por exemplo: Cargolux, Atlas Air, 747 TAAG e JAL, que só vieram algumas vezes, 747 KLM, FedEx, além do 747 da British, também poderiam vir outros modelos, como o 777

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *