LATAM finaliza acordo para sub-leasing de A350 para a Qatar.


O Grupo LATAM Airlines finalizou hoje um acordo para realizar o sub-leasing da primeira de quatro de suas aeronaves Airbus A350 XWB para a Qatar Airways.




A primeira aeronave já foi entregue para a Qatar Airways, e conforme adiantamos aqui, já foram definidos matrículas e destinos dos A350 transferidos. 

Os contratos de subarrendamento serão feitos para períodos entre 6 e 12 meses, com possibilidade de prorrogação. Durante este período, a Qatar será exclusivamente responsável pelo controle operacional das aeronaves.

Com a medida, a LATAM segue empenhada em flexibilizar seu plano de frota, alinhando-o às necessidades operacionais e às condições do mercado.

Para tanto, o Grupo avalia constantemente o seu plano de frota e tem a capacidade de expandir, racionalizar ou adequar seus requisitos de frota de acordo com a demanda de cada país onde opera e também analisando as condições gerais de sua malha.

A LATAM Airlines Brasil seguirá operando o restante de sua frota A350 XWB nas rotas São Paulo – Madri e São Paulo – Paris e o Grupo continua comprometido com a busca de modelos de negócios que ofereçam aos passageiros a melhor e mais moderna frota da América Latina.

Informações pela Assessoria de Imprensa da LATAM Airlines Brasil.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.
  • Mas essas aeronaves poderão voltar para a Latam quando o acordo de leasing acabar?

  • E nós ficamos com os aviões velhos sem manutenção

    • 12 Boeing 767 foram fabricados em 2012 ou depois. Se isso é aeronave velha…

    • Meu Deus. Ainda esse mimimi de manutenção? Hahha

    • Pois é amigo ..eles estão trocando o óleo do motor só com 20 mil km e não com 10 mil que absurdo né
      #naofaleoquenaosabe

  • Marcelo Pretti motores?

  • Ficaremos com os 777’s

    • E os 767, que são maioria nos Widebody

    • Não conseguiram vender kk

    • Esses ja nao iam sair tão cedo.

    • Os 777 vai sair também 2 no segundo semestre e os outros ano que vêm até 2019

    • Com os A350 nao vindo eu duvido.

    • Os A350 estão vindo e continuarão vindo. Madrid continua com operação 100% A350 e Paris intercalando 777 e A350. Entregas continuam também 😉

    • Prorrogação é bem diferente do cancelamento, que a Azul fez, por exemplo

    • Mas nao disse que cancelou uai.

    • A Azul não cancelou.

    • Até 2020 está fora dos planos dela.

  • Imagine
    Pra lotar um 767 são apenas 221 passageiros. No A350 são 348 PAX. Nessa crise fudida que o BR está, tem que fazer isso mesmo…

    • Mas a latam não usa essa configuração acho que é bem menos pax

    • Mas a latam não usa essa configuração acho que é bem menos pax

    • pois é,lotar um “latão”

    • Informações do site LATAM:

      Airbus 350
      Passageiros: 348
      Peso máximo para decolagem: 268t
      Peso máximo para pouso: 205t
      Velocidade de cruzeiro: 902 km/h

      Boeing 767
      Passageiros: 221
      Peso máximo para decolagem: 186 t
      Peso máximo para pouso: 145 t
      Velocidade de cruzeiro: 870km/h

  • Os A350-1000 estão confirmados?

  • Uma pena. Mais uma faceta da crise a que estamos submetidos. Viajo com certa frequência e, preferencialmente, vou de LATAM. Vamos ter que nos contentar com os velhos 767 da ex-LAN, enquanto o mundo avança na trilha da modernidade.

    • Dos 14 763 que a Latam Brasil tem, só dois que são mais “velhos” e tem 19.2 e 18.9 anos. Do restante, o mais velho tem apenas 4.7 e o mais novo 3.7 anos.

    • Desconhecia esse dados e agradeço. Mas, quero dizer, dá pra comparar a modernidade de um A350 com um 767? Hoje a LATAM voa com um 767 para Barcelona, NY, Toronto, por exemplo. Essas rotas não comportariam o A350? Não critico a LATAM, faço uma observação . O mundo caminha, nós caminhamos feito caranguejo. Não sou do ramo, falo como viajante, passageiro.

    • Toronto já era… Pensa no seguinte:
      767: 221 passageiros
      350: 348 passageiros
      É um salto muito grande pra um país em uma crise tão profunda como o nosso

    • É isso Joi, em síntese, essa é a colocação. Mas, ainda assim, será que NY, Miami não comportam o A350? Voos sempre lotados.

    • Miami sim, mas tem os 777 aí, super confortáveis e mais baratos… Já NYC tem muitas companhias operando. Concorrência muito feroz. E as americanas tem muito mais poder que a LATAM

    • Joi Oliveira siempre os voos JJ tuvieron una ocupación de 60% de tráfico en conexión de vuelos de JJ eze-mvd-asu-bol hoje como cortaron 80% de estas conexiónes se siente más la crisis del Brazil en otras épocas estas conexiones ayudaban a mantener el flujo. Pero hoy con los chilenos se re direcciono a que sus rutas sean las rentables una cuestión de lucro (la mentira más grande es lo de todo el dinero va a una misma bolsa ) se siguen facturando bajo stock JJ PZ LA etc. Como ejemplo un abrazo

    • Exemplo, jamais realizei um voo SP/Milão sem que os A330 não estivessem lotados e com fila de espera. Sob o argumento de aumentar a oferta, agora os voos são realizados com o 789. Agora os voos são LA, não mais JJ. Por quê não JJ c 350?

    • Surpresa !! Agora Milao também c 767. Acabo de ver no site. Tristeza total. Resta Madri c 350. Até quando ?

    • A aeronave que fazia JJ pra Itália passou a operar Barcelona, se não me engano. Neste caso específico da Itália foi só uma troca mesmo. Tam saiu e entrou Lan porque a TAM abriu uma nova rota

    • Só estão colocando A350 em voos que lotam o 777, pra não correr o risco de não lotar

    • Barcelona também 767.

  • fulegari pq n mandaram as porcaria dos 767 logo os com cores LATAM mano q merda kkk

    • Já os 767 vieram da lan bem que podiam vir os 787..mas quanto aos 767 são um pouco apertados mas são aeronaves boas na latam da pouca manutenção e não da tanto problema quanto os 330 davam..os 767 em sua maioria são 2012 e 2013 do dois são mais velhinhos

    • Marcos, eles ja se desfizeram de todos os a330 ne? Nunca mais vi nenhum!!!e sera que vao pedir a330neo’s?

    • JA TEM UNS 3 LA EM MRO SAO CARLOS OS ZOTO TAO EM OUTRAS MAOS em relaçao aos NEO n sei de nada por enquanto

  • Huber Marcelo

  • Talvez seja somente o começo e que Latam possa se desfazer dos 350 todos e se concentrar na comunabilidade de aeronaves dentro do grupo, tanto narrow quanto widebodies. Claro que isso é pura especulação de minha parte, mas não deixa de ser um cenario que pode ser considerado.

    • A Tam só se desfez de alguns e realising e vai voltar todos e os outros vai vir ainda pois vai ter 19 que ainda vem

  • E

  • E do jeito que a América Latina anda não vai aguentar as gigantes internacionaie e nem as Low-cost que ja esta papando pelas beradas

    • Sempre teve crise e so saber se adequar

    • Sempre teve crise e so saber se adequar

    • Olha a Gol. Saiu de um prejuízo de 4 bilhões pra lucro de 1 bilhão. É bem isso que o Marcos Iran disse. Tem que se adequar!

    • Realmente joi, tem q se adequar. A galera fica reclamando aí e falando sobre os cortes q as empresas brasileiras estão fazendo mais eu sempre achei tudo bom, e melhor mantermos o que temos ou cortando algumas coisas do que corta td e ficarmos só com 2 empresas áreas.

  • que triste e vergonhoso para uma cia aérea do porte da Latam que se diz ser ” a maior da América do Sul”

    • Mas é a maior da América do Sul, a que mais transporta e uma das mais importantes da região e mesmo assim, teve q se readequar. Mercedez-benz, wolksvagen, Gerdau dentre outras inúmeras grandes empresas se readequam.

    • é mesmo? engraçado que Azul por exemplo não precisou se adequar

    • Não?
      Vc não viu q ela cancelou os A350?
      Se informe antes viu.

  • Anderson Teixeira

  • Os chilenos ficam con os 787 novos y mandan os velhos 767 pra o Brazil…. Shoooooow

    • Infelizmente, os caras que compraram a TAM, eles estão com fod****se ligado

    • Os 787 foram pro chile e o 50 pra TAM. Não são competidores.

  • Q máquina maravilhosa !!!

  • Tem que fazer a instalação no serviço Wi-Fi a bordo.

  • Ainda bem que são apenas os da LATAM
    O primeiro A350 das América ainda na cor antiga dá TAM ainda vai continuar com a TAM operando no Brasil

  • a Latam (chile) tinha q repassar pelo menos 3 787-8 pra latam (brasil) pra substituir os 2 ou 3 antigos 767 que estao na frota. Nao estou falando dos 3 ex Alitalia que eu sei que ja foram embora., mas ao que parece dentro da frota atual de 767 tem 3 de mais ou menos 18 anos.

    • Não é lucrativo ter 767, 787, 777 e A350.
      É mais fácil repassarem mais 767, mesmo porque teria que treinar pilotos, comissários, mecânicos, pessoal de terra, pedir autorizações… É um processo BEM caro!

    • Joi Oliveira Então ,seguindo teu raciocínio nos voos de longo curso é melhor colocar um A320…

    • Beleza , coloca um A320 ai GRU-FRA ! Logico que é lucrativo ter 767 , 787 , 777 e A350. Pra algumas cias não é lucrativo ter quadri motor.

    • O correto é oq ele falou mesmo. Padronizar. Mas sao 3 de 14, não tem pq trocar, eu acho.

  • A350 de Guarulhos para Orlando não tem mais !!!! Péssimo.

  • Anderson Masetto