Lufthansa homenageia mulheres com embarque prioritário e rosas vermelhas.


No Dia Internacional da Mulher, a Lufthansa recepcionou suas passageiras do voo LH507 (São Paulo-Frankfurt) com uma rosa vermelha no check-in e ainda garantiu embarque prioritário para todas elas, independentemente da classe a bordo ou do status no programa de milhagem.




A ação de embarque prioritário ocorreu no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e também no Aeroporto JFK, em Nova York, Ezeiza, em Buenos Aires, e também em Frankfurt, na Alemanha. Centenas de rosas foram distribuídas ao longo do dia. A rosa vermelha é o símbolo da First Class da Lufthansa.

As mulheres sempre foram bastante presentes na história da Lufthansa. Há mais de 25 anos, a companhia aérea conta com mulheres no comando de aeronaves, desde 1988, na verdade, quando Evi Hetzmannseder e Nicola Lisy foram as pioneiras. Hoje, elas já são mais de 300, cerca de 6% do total de pilotos. Recentemente, para garantir cada vez mais oportunidades iguais para homens e mulheres a Lufthansa passou a fazer parte de uma iniciativa chamada “Diversity Character”, em que as empresas e instituições devem criar um ambiente livre de preconceitos em relação a gênero, nacionalidade, ideologia, idade, entre outros. E o esforço também tem sido no sentido de ter mais mulheres em cargos de gerência e no Conselho Executivo.

Atualmente, 40% do Conselho Executivo é composto de mulheres, 30% dos cargos de supervisão são ocupados por colaboradoras do sexo feminino e a meta, firmada em 2011, é ter 30% dos cargos gerenciais ocupados por mulheres até 2020. E o número de funcionárias do sexo feminino ocupando cargos de nível de gerência vem crescendo, de primeiro nível já são 10,5% e de segundo nível, 17,9%. Os dados são de dezembro do ano passado. Do total de aproximadamente 120 mil colaboradores em todo mundo, 44% são mulheres.

Da Lufthansa

2 Comments:

  1. Osvaldo, boatos que em janeiro vai ter gente andando de 747