Lufthansa realizou o seu último voo com o Boeing 737.

Lufthansa Boeing B 737-500 mit der Kennung D-ABIA traegt den Namen "Greifswald" Foto: Ingrid Friedl Lufthansa: 11.2005 051121_IA_01

737 em taxi em Frankfurt. Foto: Ingrid Friedl – Lufthansa.

O Boeing 737 voou hoje pela última vez na Lufthansa. O 737-300 de matrícula D-ABEF realizou o voo LH153 de Nurembergue à Frankfurt. A companhia foi a primeira operadora do modelo, que é o jato comercial mais bem sucedido da história.

A companhia encomendou 22 aeronaves do modelo em 1965. Em 10 de Fevereiro de 1968, a Boeing entregou à Lufthansa o primeiro 737-100, inaugurando uma nova era na aviação comercial. O 737 foi a primeira aeronave da Boeing com apenas dois tripulantes técnicos, o Comandante e o Primeiro-Oficial. Seus sistemas modernos eliminaram a necessidade do engenheiro de voo, o que causou protestos e greves na época por parte destes tripulantes.

 

Primeiro Boeing 737 da Lufthansa, um modelo -100 de matrícula D-ABEF. Hoje a matrícula pertence ao 737-300 que realizou o último voo da aeronave na companhia. Foto: Lufthansa.

 

Desde então a aeronave fez história na Lufthansa, sendo que os 737-100 da frota completaram 643.048 horas voadas e 836.446 pousos e decolagens antes de serem retirados em Fevereiro de 1982. A Lufthansa operou um total de 157 Boeings 737, durante mais de cinco décadas de servirço, totalizando aproximadamente 5,5 milhões de pousos.

As variantes operadas foram o 737-100, 200, 200C, 300, 300QC, 400 e 500. A variante 200C é a versão cargueira. Já a versão 300QC é a Quick Change, ou seja, modelo que permite mudança rápida entre transporte de cargas e de passageiros, que conta com porta de carga dianteira e os bagageiros superiores são mantidos nas operações cargueiras.

 

Adeus ao Bobby, o 737

Na Lufthansa, desde sua chegada, o Boeing 737 recebeu o apelido de Bobby. O termo veio como uma referência ao seu tamanho (a menor aeronave da frota da Lufthansa na época), e o fato do nome estar associado a crianças acabou tornando este o apelido oficial do 737 na companhia alemã.

 

lufthansa-737-300-chegada-fra

O 737-300 é acompanhado de perto após seu último voo. Foto: Frankfurt Airport.

 

Nos anos 90, um total de 120 aviões 737 estavam em operação ao mesmo tempo na Lufthansa. Durante toda a história do avião na companhia, em torno de 250 milhões de pessoas foram transportadas pelo 737, número três vezes maior que a população da Alemanha. No geral o Bobby voou o equivalente a 5 viagens de ida e volta para Marte!
Confira abaixo fotos históricas e da despedida de hoje do 737 da Lufthansa. Passe o mouse sobre cada foto para informações sobre a história da mesma.

 

Informações pela ATW Online e pela assessoria de imprensa da Lufthansa. 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

46 Comments:

  1. Por que? Lufthansa, não faça isso, por favor Lufthansa, pra que fazer isso?

  2. Santhiago Oliveira o gigante vai descansar

  3. Ué, umas matérias dizem que o 737 é o jato mais bem sucedido da história, outras dizem q é o A320, vai entender…

  4. O 737 escreveu diversos capítulos na história. Com certeza não foi tão revolucionário quanto o 707 começando o jetage, mas foi básicamente o workhorse da era jato.

  5. Para os alemães, Bobby. Para nós, Breguinha. Para os ares, o 737.

  6. Eles ficavam um charme na pintura da LF

  7. Kildery Sadock… o breguinha aposentado. ..

  8. A boeing ainda fabrica essas aeronaves ?

  9. Fiz um voo FRA-Stuttgart num dos 737-300 da Lufthansa.

  10. pedro malagutti boa noite, quem fala que esse tal 320 e bem sucedido e porque nao sabe das facanhas do 737_100 _200 ate hoje. bom domingo e boa semana pra todos que gosta de aviacao independente do fabricante e um forte abraco a equipe aeroinet.

  11. Teodomiro Valois Corrêa DE Oliveira Neto
    Olha só a despedida

  12. Que pena. Boeing é muto melhor que os outros concorrentes.

  13. Sempre irei gostar mais do a320

  14. “Brega” ou “breguinha” é apenas o B737-200, pois na época que os B737-300 chegaram na VARIG estava no ar a novela “Brega e chique”, os 300, mais modernos, eram os “chiques” e os 200 os “bregas”.

  15. Sou apaixonado pelos classics. Levam carga como ninguém. Ainda irão voar por um bom tempo en alguma companhia pequena. Afinal. Avião ex lh é muito bem mantido.

  16. Esse outubro tá foda hein Everton

  17. A cada 3 segundos um 737 se movimenta em algum lugar do globo e com o MAX a tendencia é esses segundos diminuirem , a Lufthansa participa da cadeia produtiva da Airbus , assim como a GTI/ATLAS que só opera 767 e 747 é tranportador da Boeing , portanto era de se esperar !

  18. Pingback: Boeing 737 completa 50 anos de voos. Conheça sua história no Brasil. - AEROIN

Comente