Mais uma das soluções para um sono confortável durante o voo?

Nodpod 01

Conforto é algo que buscamos a todo momento em nossa rotina diária. No trabalho, durante o sono, em uma viagem, ter conforto garante melhor disposição e humor na maioria das situações.

De olho nessa necessidade, diversas são as soluções apresentadas no mercado prometendo resolver seus desconfortos. Especificamente na aviação, grande parcela dos problemas diz respeito à sua cabeça no momento em que você deseja dar aquela cochilada. Não é mesmo?

Dores no pescoço são bastante comuns em longas viagens, e a aviação é de longe a campeã nos maiores tempos em que o viajante precisa fazer malabarismos para manter a cabeça estável. Por isso, mais uma opção acaba de surgir. Chamado Nodpod, o novo dispositivo promete ser o único a manter sua cabeça exatamente na posição vertical, evitando qualquer desconforto à musculatura do pescoço.

O Nodpod prende-se ao encosto de cabeça do passageiro através de cordões, com possibilidade de ajuste rápido dos cordões para o melhor posicionamento da cabeça. Após o ajuste, basta encaixar o Nodpod sob o queixo e desfrutar de todo o conforto prometido por sua idealizadora, Paula Blankenship.

Nodpod 02

Segundo Paula explica em seu vídeo de divulgação, o dispositivo oferece a mais prática solução para o sono durante viagens, adequando-se corretamente às necessidades de uma viagem aérea. Isso porque o design dos cordões permite posicioná-los ao redor da tela individual localizada atrás do assento, evitando que você arrume confusão com seu vizinho de trás enquanto tira seu cochilo! Os cordões contam ainda com um encaixe de desengate rápido para agilizar a liberação em caso de alguma emergência.

Nodpod 03

Então diga você, viajante aéreo. Utilizaria o Nodpod durante seu voo? Será que funciona?

 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é assessor de editoria do AEROIN.

3 Comments:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *