Motor Pratt & Whitney do Embraer E2 é certificado pela FAA.

O motor Pratt & Whitney’s PurePower PW1900G recebeu ontem a certificação da FAA, a agência regulatória de aviação civil dos EUA. O PW1900G é o motor padrão nos maiores aviões comerciais produzidos no Brasil: o E190-E2 e E195-E2.




“A validação pela FAA do PW1900G é um ponto chave no programa de desenvolvimento” disse Chris Calion, presidente da divisão de motores civis da PW, que complementou: “Este motor tem um empuxo de 23 mil libras e atualmente está instalado em cinco aeronaves de testes, tendo completado mais de 900 horas de voo.”

O programa de certificação durou em torno de 18 meses, e incluiu testes em diversas condições rigorosas. O PW1900G é o quarto motor da família Pure Power a ser certificado. O primeiro foi o 1100G que equipa alguns A320neo, como os da LATAM Brasil; em seguida foi o 1500G para o Bombardier CSeries; e há pouco tempo o 1400G que equipa o Irkut MC-21-300, que decolou pela primeira vez no último domingo.

A família Pure Power conta com uma grande inovação: a caixa de transmissão, que permite velocidade diferentes entre o fan e os compressores/turbinas, gerando uma economia de combustível de até 16% em relação à geração anterior.

A Pratt & Whitney possui uma grande parceria com a Embraer. O motor do E175-E2 também será da família Pure Power: o menor mas também potente 1700G, mais adequado ao E175-E2. E os motores que equipam o cargueiro militar KC-390 são os V2500-E5, nos quais a PW colaborou na criação.

A família E2 irá estreiar no mercado no ano que vem, com o E190-E2 pela norueguesa Widerøe. Em 2019 será a vez da Azul estrear com o E195-E2. Espera-se que em 2021 o E175-E2 entre em operação, mas o cliente lançador ainda não está definido.

Informações pela Assessoria de Imprensa da Pratt & Whitney – United Technologies. 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.