Norwegian Air Argentina tem planos ambiciosos e quer 90 destinos em 25 países.


Na última semana, a Norwegian Air, através de seu presidente Sr. Bjorn Kjos, confirmou à imprensa argentina que a empresa estabelecerá um hub na capital Buenos Aires. Além das palavras do executivo, o jornal La Nación trouxe uma reportagem especial em que afirma que a empresa apresentou à ANAC argentina um plano de 680 páginas detalhando suas operações.




Pelo planejamento, a empresa espera investir US$ 4,3 bilhões em um prazo de 8 anos, prevendo operar 50 Boeing 737 e 20 Boeing 787, para 146 rotas. Ao fim dos oito anos, a empresa deverá estar transportando 18,2 milhões de passageiros por ano.

Se o projeto for aprovado, devem chegar à Argentina 6 Boeing 737-800 imediatamente. Com 12 meses de operação, a empresa espera já estar com 15 aviões, dos quais 4 Boeing 787 para voos de longa distância.

A primeira notícia de que a Norwegian tinha interesse no mercado argentino surgiu há dois anos, com o interesse da empresa de voar entre Barcelona e o país portenho. Mas o projeto evoluiu de tal forma que, em 26 de Janeiro de 2017, foi constituída oficialmente a Norwegian Air Argentina SA.

Em entrevista ao Aviacionline.com, maior veículo especializado em aviação comercial da Argentina, o Sr. Alfons Claves, porta-voz da empresa na Espanha, informou que o plano prevê 146 rotas para 90 destinos, em 25 países, embora não tenha revelado o mapa de rotas. Segundo o porta-voz, o enorme potencial de crescimento da Argentina é a motivação para a empresa apostar nesse mercado.

Inicialmente serão 300 empregados, considerando tripulantes e administrativo. Os aviões seguirão o esquema de pintura atual da empresa, como na foto acima, e receberão matrícula LV, sendo nacionalizados na Argentina.

As ‘caudas’ das aeronaves da Norwegian possuem imagens de personalidades dos países por onde voa. Segundo admitiu o Sr. Alfons aos Aviacionline, na Argentina não será diferente. Quem sabe ter no avião a imagem de Juan Manuel Fangio, Jorge Luis Borges, Enrique Santos Discépolo, Maradona… Messi!

Esperemos as cenas dos próximos capítulos.

Do nosso parceiro argentino Aviacionline.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.
  • Pois aqui na Europa já estão bombando…

    • Terceira maior low-cost da Europa. São ambiciosos e vão avançando…

    • Pois eh, fora a easy jet e Ryanair lol

    • Eles são sensacionais. Conforto e wifi de qualidade liberada durante todo o vôo.

    • Sinceramente, ngm merece a Ryanair kkkkkkkkkkk. A Nowergian tem tudo p ser a melhor low cost da europa e se brincar do mundo.

    • ja voei com norwegian, nao e ruim… pra uma low-cost e otimo! mas nao sei porque, prefiro a vueling.

  • BARCELONA/B.AYRES LEGAL.

  • Usarão essa mesma pintura horrível!

    • O que tem a ver o voo com a pintura ? Mds …. povo besta

    • Eu acho essa pintura da norwegian uma das mais bonitas do mundo kkkkk sério

    • Concordo. A pintura é muito bonita na minha opinião.

    • Ninguem liga pra pintura. Oq eu quero é passagem barata e operação segura.

    • parece um enorme pau voador… mas eu gosto de pau então blz 🙂

    • Hahaha achei o melhor comentário forever hehe

    • Gente, na minha opinião, a pintura é horrível! Ponto!

  • Osvaldo Prade Junior

  • Só acho a pintura destes aviões esquisita…

  • Federico Benegas

  • Não achei que comporte essa quantidade de aeronaves. Nossa avianca, latam, austral/aerolineas e a novada Laranja de baixo custo … não acho que será viável

    • Atualmente, apenas pouco mais de 10% da população argentina tem acesso ao transporte aéreo. Ainda tem muito potencial. A diferença é que o governo de lá está disposto a (i) investir em infraestrutura e (ii) deixar que as empresas invistam em infra-estrutura (ex. a Flybondi vai construir um terminal em El Palomar, que hoje é apenas base aérea).

  • Não é por nada não, mas, Imagine a qualidade do ar daqui alguns anos.

  • Por isso sou contra permitir que estrangeiras operem no Brasil. Vai acabar com nossas locais.

    • Sim porque viajar de aviao tem que ser elitizado……..

    • Será que as empresas estrangeiras fariam voos para as cidades do interior, ou vão querer apenas o filé do eixo Rio SP.

    • Certamente, desde que estas rotas sejam rentáveis, exatamente como acontece tb com as nacionais…

    • Tenho dúvida quanto a isso. Além disso, acho que se fosse permitido estrangeiras no Brasil, Gol e Azul não existiriam mais, e a Latam se assumiria chilena de vez. Enfim, questão de opinião.

    • Qualquer empresa aérea estrangeira pode operar no Brasil. O caso mais conhecido é a Avianca, que é dona da Ocean Air. A Azul tem 30% do capital nas mãos de chineses e com possibilidade de virar chinesa. Não há nacionalidade nesse negócio. O mercado deve ser aberto na proporção da demanda existente.

    • Desculpe mas você está equivocado. Tanto o dono da Azul, como o dono da Avianca, tem nacionalidade brasileira.

    • O preço da passagem aérea aqui é especulado exorbitante mente. Não existe praticamente competição, o que é nocivo para nós!

    • AMde Alcantara Avianca não é dona da Oceanair. São duas empresas distintas. O dono da Azul é brasileiro de nascimento e o HNA Group comprou 23,7%; está dentro dos limites atuais de participação estrangeira.

    • como assim comcorencia faz bem ao mercado mesmo sendo estrangeira ela é obrigada a contratar brasileiros

    • Bruno Oliveira especulado? Quer comparar os preços aqui praticados com EUA e Europa. Entao compare tambem taxas, regulamentaçâo e principalmente infraestrutura. Depois me responde se da para comparar

    • Falou o cara que digitou isso no Facebook e deve ter um carro coreano

  • Duvido que vivem ao silsil. Aqui os encargos são muito altos

  • Jhon é uma ótima cia. Já voei nela na Europa

  • Andreza Bessa

  • O espaço aéreo é igual coração de mãe,sempre cabe mais um

  • Que venham diversas rotas com destino as capitais brasileiras!

  • A concorrência verdadeira, trará benefícios aos usuários!

  • Yuri

    .

  • Podiam se instalar no Brasil né? Mas o governo n ajuda.