Novas pontes de embarque pousam no RIOgaleão.

RIOgaleão - Novas pontes de embarque

As novas pontes de embarque, adquiridas pelo RIOgaleão em abril, começaram a ser instaladas e os dois primeiros equipamentos já estão operando. Com investimento de R$ 46 milhões, não previstos no contrato de concessão, as 32 modernas pontes de embarque de fabricação espanhola estarão em plena operação até abril de 2016. Ao todo, cada terminal contará com 16 posições de estacionamento de aeronaves – todas atendendo com os novos equipamentos.

Os novos fingers, considerados os mais modernos do mercado, têm, entre outros diferenciais, sensores de aproximação de turbinas, que evitam colisão com aeronaves próximas. Para dar mais conforto aos passageiros, as pontes fixas, onde são acopladas as móveis, também estão passando por retrofit e receberão dois aparelhos de ar-condicionado para refrigeração dos ambientes. Com a troca de todos os equipamentos, o Aeroporto Internacional Tom Jobim passará a operar com três posições adicionais de embarque, já que anteriormente existiam 29 pontes em operação, além das 26 adicionais com a inauguração do novo píer no próximo ano, totalizando 52 fingers.

“A troca das pontes de embarque é mais um dos investimentos que realizamos com o objetivo de otimizar os procedimentos de embarque e desembarque do RIOgaleão, o que garante mais tranquilidade e conforto aos nossos passageiros”, explica Luiz Rocha, presidente da concessionária.

Desde que assumiu o aeroporto, em agosto de 2014, o RIOgaleão iniciou um programa de melhorias de infraestrutura bastante estruturado, que prevê investimentos da ordem de R$ 2 bilhões até 2016. Além da substituição das pontes de embarque, também se destacam, entre as prioridades, as grandes obras de melhoria da infraestrutura com a construção do Píer Sul, com aproximadamente 100 mil m² de área, 26 novas pontes de embarque e pátio de aeronaves de 260 mil m²; dos quatro novos andares do Edifício garagem, no estacionamento do Terminal 2, com oferta de mais 2.700 vagas; e as obras do Terminal 2 para conexão do terminal ao píer sul e para abertura de espaço do terminal nunca usado antes. A revitalização do sistema de ar condicionado, que será concluída antes do próximo verão; a manutenção de escadas rolantes e elevadores, que passaram por reformas e tiveram equipamentos antigos substituídos; e a modernização do sistema elétrico e de som também ganham destaque no pacote de investimentos. Mais de R$ 30 milhões estão sendo investidos nessas áreas até o próximo ano.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

Um Comentário:

  1. Tomara que não esqueçam de ligar o ar condicionado…

Comente