O Boeing 747 que virou hostel na Suécia.

1280px-jumbo_hostel_in_a_747_at_stockholm_arlanda_airport

Foto de Brorsson – Creative Commons

Já pensou em se hospedar e passar a noite a bordo de um Boeing 747 real, convertido em hotel? Para que curte aviação, talvez essa fosse a maneira perfeita de iniciar sua viagem à Suécia, mais precisamente à capital Estocolmo. Isso por que, desde o ano de 2009, funciona nos arredores do maior aeroporto do país o Jumbostay.

O hotel, que propicia aos hóspedes uma experiência a parte, funciona dentro de um avião do modelo Boeing 747-200, construído em 1976 e que voou para algumas das grandes empresas aéreas do mundo, como Singapore Airlines, PanAm, Cathay Pacific e Garuda Indonesia. O último dono foi a Transjet, que abandonou o avião no aeroporto de Estocolmo quando faliu, em 2002.

Imagine quantos pousos e quantas decolagens esse avião fez, ou quantas voltas ao mundo ele teria dado. E se a história do avião já empolga, imagine se hospedar nele. Certamente é impossível ficar indiferente ao dormir em lugares como a cabine do piloto, os compartimentos dos motores e até no trem de pouso.

 

jumbos3

 

Antes de conhecer os quartos, vamos explorar alguns fatos curiosos do local:

– segundo Oscar Dios, os homem por trás do projeto do Jumbostay, o aeroporto de Arlanda necessitava um hostel mais barato em sua proximidade, o fato de ter sido construído em um avião foi uma mera questão de oportunidade.

– 450 assentos foram retirados da aeronave original e deram lugar a 33 dormitórios, com um total de 76 camas, no total. Os quartos têm capacidade de acomodar entre um e quatro adultos, em seus 6 m² em média.

– o hotel está a menos de dez minutos dos balcões de check-in do aeroporto internacional de Arlanda, perfeito para quem precisa pegar um voo nas primeiras horas da manhã e que não quer acordar de madrugada para isso. Aos amantes de aviação, a localização é mais do que favorável, pois do hotel é possível avistar o aeroporto e parte do tráfego aéreo do terminal mais movimentado da Escandinávia.

– em todo o avião há acesso a conexão de internet por wi-fi e todos os quartos são equipados com TV a cabo.

– dos 33 quartos, o mais luxuoso é o que fica na cabine do piloto, no andar de cima do jumbo. A maior parte dos quartos possui banheiro e chuveiros compartilhados, no entanto, há algumas habitações, como a da cabine e do trem de pouso, que possuem banheiros privativos.

– grupos de 20 a 30 pessoas podem reservar a aeronave toda e ter uma experiência ainda mais exclusiva. Ideal para conferências empresarias.

– desde 2012, foi construído um deck de observação do avião e das pistas de taxi do aeroporto. Esse deck foi construído nada menos do que na asa do avião. Ou seja, é possível experimentar a sensação de caminhar por sobre a asa de um jumbo.

 

jumbos2

 

Conferência com estilo

Estamos chegando nos quartos, mas antes vamos conhecer a sala de conferências, localizadas na parte superior do jumbo, onde anos atrás era a classe executiva do jato. Essa sala é destinada àquelas reuniões de trabalho para até 8 pessoas, ideal para aquele momento em que você não pode se deslocar até muito longe do aeroporto, pois o voo não pode esperar. Detalhe, você vai se sentar em assentos originais de 1976 e tem opção de contratar serviço de café e chá ou um almoço.

21576-950x640

 

E por falar em café, o bar do hotel é todo preparado para promover a integração dos hóspedes. Localizado na parte frontal da aeronave, ele está aberto também para não-hóspedes, que podem conhecer um pouco da história, enquanto se deliciam com o café da manhã, sorvetes, sanduíches e comidas quentes.

 

Quartos compartilhados

Aqui o hóspede divide o dormitório com outros visitantes, em esquema típico de hostels. São até quatro por quarto, separados em masculino e feminino, que se acomodam em beliches. Há ainda quartos familiares, com cama de casal ou três camas de solteiro. Todos os dormitórios possuem banheiro compartilhado.

Ficar aqui custa entre US$48 e US$58 a diária. O café não está incluído, mas custa apenas US$6 adicionais.

 

Suítes padrão

Esses quartos são suítes padrão, que garantem privacidade ao viajante solo ou casal que não deseja dividir o quarto. O preço varia entre US$154 e US$ 170 por noite, dependendo das características do quarto. As amenidades são as tradicionais, como a conexão à internet e a TV, somados ao café da manhã.

 

O quarto no motor

No lugar onde ficava toda a fonte de potência do grande jumbo, foram criados quatro dormitórios, todos com acesso à internet wi-fi e TV a cabo. Uma opção mais reservada desse hostel exótico que pode ser reservada por cerca de US$ 74 a diária.

 

Dormindo no Cockpit

Se todo hotel tem sua suíte presidencial, no hostel Jumbostay não seria diferente. A propósito, em que outro lugar do mundo você poderia dormir bem no lugar onde os pilotos dominavam a “rainha do céu”?

São duas camas ajustáveis (pode virar cama de casal) com TV de tela plana, conexão wireless e um banheiro privado com chuveiro. Café da manhã, lençóis, toalhas e serviço de limpeza estão incluídos no preço da diária. 

Para se alojar no cockpit, paga-se a bagatela de cerca de US$195.

21578-925x465

 

Acomodação no trem de pouso

Foi dada uma utilidade a cada metro quadrado do avião. No compartimento do trem de pouso, um dormitório individual e com entrada privativa, para quem quer um pouco mais de privacidade. Além de todas as amenidades das demais habitações, esse quarto também tem um banheiro privativo.

No trem de pouso a diária é mais barata, de cerca de US$ 74.

 

Em sua viagem a Estocolmo, que tal experimentar uma noite no jumbo hostel. Assista esse vídeo com muitos outros detalhes do hostel mais legal do mundo (para os amantes de aviação).

79 Comments:

  1. Vamos pra Suécia, amor Mariana Sena

  2. Eduardo Reino Gustavo Carvalho Monique Camara Ana Carolina Marinello Que tal heim!?

  3. Natália Duarte olha que legal, vai se esconder no trem de pouso como vc costuma dizer kkkkkkk

  4. Matheus Colussi, pena que esse é fora de mão, senão já era Hahaha

  5. Dan Ataides awui aqui que te falei

  6. Rosinha Filla Godoy, veja e mostre pro pai. Tem um video tbm

  7. deve ser bacana um tour no hotel kkkkkk o cockpit deve ser a recepçao kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  8. Imagina vc está deitado lá no quarto perto do trem de pouso aí o trem de pouso desse … Imagina a força do vendo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  9. Além do 747-4BCF (Boeing Converted Freighter), agora tem o 747 BCH (Boeing Converted Hotel) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  10. Lucas Vilhena Parenti Amooooooooooooor, olha que massa!

  11. Já sei onde hospedar na Suécia

  12. Luan Andrei Maycon Felipe Mota Bora?!

  13. Felipe Almeida Giovani Martins Ivan Martins

  14. Apaixonado por aviação, comissário cct, e super frequentador de hostels, era de um desses que eu precisava! Incrível!!

  15. Não existe acomodação a preço acessível na Escandinávia… nem hostels! O menos caro é o airbnb.

  16. Se fosse no Brasil, viraria Sucata !!!

  17. como paredes aluminio e ferro tbem sao protecao e so fazer a moradia esta em todos planos

  18. O dia que pegar A380 ou Antonov 225 aí vai ser mega hotel kkkkkk

  19. Carlotita Biasetto não há turbulência! rsrsrsrsrs

  20. Marcela Pena Magalhães Glaycon Augusto Olha isso!

  21. Hilda Ferreira Albuquerqu

    Amei lovely lindo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *