Passageiros Star Alliance ganham novo conceito de check-in em Tóquio.

Singapore Boeing 777 Star Alliance

A Star Alliance concluiu com sucesso o lançamento de um novo conceito de check-in na ala Sul do Terminal 1 Tóquio-Narita, oferecendo aos clientes uma maior variedade de opções de check-in e dando-lhes mais controle sobre esta parte do processo de viagens, com economia de tempo. Para alcançar este objetivo, foi alterado o layout da área de check-in, onde os viajantes encontrarão agora as mesas distribuídas por companhia aérea ao invés da classe de viagem, como acontecia anteriormente em Narita.

Este layout revisado anda de mãos dadas com a instalação de novas máquinas de autosserviço, além de emissão de cartões de embarque e impressão de tags de bagagem. Isto faz da Star Alliance a primeira aliança global de companhias aéreas a oferecer a viajantes internacionais do Japão a opção de impressão automática e auto-tagging.

“A iniciativa em Narita é parte de nossa estratégia global para reduzir complexidades operacionais e do esforço para viabilizar padronizações de procedimentos, com o objetivo de fornecer aos clientes uma melhor experiência de viagem”, disse Mark Schwab, CEO da Star Alliance. “Levantamentos iniciais comprovam que mais clientes do que o esperado estão utilizando os serviços de self-service”, complementou.

Os 116 novos quiosques de uso comum formam a espinha dorsal do novo conceito em Narita. Eles permitem que os clientes façam o check-in para qualquer uma das 17 companhias aéreas membros – Air Canada, Air China, Air New Zealand, ANA, Austrian, Asiana Airlines, Ethiopian Airlines, EVA Air, LOT Polish Airlines, Lufthansa, Scandinavian Airlines, Shenzhen Airlines, Singapore Airlines, SWISS, Turkish Airlines, THAI e United – que voam a partir do Terminal 1.

No momento, três companhias aéreas membros oferecem impressão de etiqueta de bagagem e as 14 restantes programam-se para fazê-la em meados de julho. O serviço completo de check-in para clientes que viajam em Primeira Classe, Business e Star Alliance Gold, bem como para passageiros da classe econômica que requerem suporte adicional, completam a oferta.

Atualmente, 18 companhias aéreas membros da Star Alliance operam em Narita, oferecendo aos passageiros a opção de 1.300 voos semanais para 61 destinos em 24 países.

As alterações implementadas em Narita foram impulsionadas por uma combinação de razões. Em termos de capacidade, com o número de companhias da Star Alliance operando a partir de Narita e com o aumento do volume de passageiros, eram necessários espaços adicionais de check-in. Isto fez do aeroporto uma localização ideal para a implementação de um novo conceito, baseado na experiência obtida na realização do projeto do Terminal 2 do aeroporto Londres Heathrow. Lá, a Aliança conseguiu com sucesso reduzir o espaço de check-in em 20%, como resultado desse novo conceito.

Além de Narita, a Star Alliance fez alterações no conceito de check-in no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e no Terminal Internacional Tom Bradley, de Los Angeles, todas baseadas na experiência inovadora da Aliança durante a execução do projeto do Terminal 2 em Londres-Heathrow. Lá, todas as companhias aéreas membros da Star Alliance utilizam a mesma seleção de quiosques, fazendo uso comum de contadores de bagagens e até mesmo de desks de check-in na classe econômica. Tendo o sucesso do projeto Terminal 2 como base, a Aliança aprimora a experiência do cliente em outros aeroportos ao redor do globo, implementando vários avanços tecnológicos obtidos em Londres.

Da Assessoria de Imprensa.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é assessor de editoria do AEROIN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *