Passageiros Sul-Coreanos gostam de utilizar a tecnologia, mas não para sua viagem aérea.

img_6677
Passageiros de companhias aéreas da Coreia do Sul são menos propensos a usar smartphones ao longo de sua jornada do que passageiros em outras partes do mundo – apesar do fato de que 98% carregam um smartphone. Estas são as conclusões da pesquisa 2016 Passenger IT Trends Survey realizada pela SITA, provedora de TI para a indústria aérea.

A pesquisa, realizada nos aeroportos internacionais na Coreia do Sul que representam 93% dos viajantes da região, mostra que, ao contrário do resto do mundo, passageiros das companhias aéreas da Coréia do Sul ainda não abraçaram totalmente a tecnologia de autosserviço. Em média, menos de metade (48%) usa autoatendimento disponível nas etapas de sua viagem, em comparação com uma média global de 55%.

Mas a SITA indica que a mudança está chegando. É esperado um aumento de 22% na expectativa de usar autosserviço no ano que vem. Quando se trata de serviços em seu telefone celular, a demanda mais popular dos passageiros é para notificações de atualização de bagagem, com 73% dizendo que eles definitivamente iriam usá-lo.

Ilya Gutlin, presidente da SITA para Ásia-Pacífico, diz: “A Coreia do Sul parece estar nos estágios iniciais de transformação para uso da tecnologia como experiência para a companhia aérea e aeroporto. Cada vez mais, a indústria pode esperar um aumento no uso de autoatendimento. Isto irá emergir do modo como a geração mais jovem olha para a tecnologia em primeiro lugar; as companhias de baixo custo incentivam a experiência de viagem “do-it-yourself”; e o aumento da disponibilidade de acesso Wi-Fi estimula o uso móvel pelo passageiro que tem custo consciente. Estes são tempos excitantes para a experiência dos passageiros aéreos na Coréia “.

Cada país é único, mas pesquisa global da SITA mostra que os passageiros são mais felizes ao usar a tecnologia ao longo de sua jornada. Nos pontos da viagem que o autosserviço está disponível, as pessoas exibem emoções positivas. Níveis mais baixos de autosserviço de espelham um menor nível de emoções positivas. Na Coreia, 80% têm emoções positivas ao longo de toda a viagem. Globalmente, a média é de 85%, com alguns outros países asiáticos chegando a 90%.

Claramente todos os passageiros não são os mesmos e a SITA analisou o comportamento de quatro tipos diferentes – Planejador Cuidadoso, Paparicado, Super Conectado e Aventureiro Mente Aberta. Cada perfil usa a tecnologia de maneira diferente e a pesquisa da SITA mostra que a abordagem “one-size fits all” corre o risco de alienar alguns passageiros.

Na Coréia, um quinto (21%) dos entrevistados é formado pelos “Planejadores cuidadosos” que verificam seus documentos de viagem e chegam ao aeroporto cedo. Estes passageiros estão felizes por usar a tecnologia para o planejamento e durante toda a viagem. No entanto, eles gostam de levar documentos impressos e interação de boas-vindas com agentes aéreas para confirmar que tudo está no caminho certo.

Outro grupo formado por 18% dos entrevistados é identificado como Super Conectado, em comparação com 14% em todo o mundo. Estes passageiros tendem a usar a tecnologia, tais como dispositivos móveis para reservar, check-in e gestão da viagem, com mais frequência do que os outros perfis. Isso indica que as companhias aéreas e aeroportos na República da Coreia têm a oportunidade de incentivar o uso da tecnologia para aumentar o nível de satisfação do cliente.

Gutlin acrescentou: “Vemos que os passageiros estão conectados e companhias aéreas e os aeroportos têm os serviços. Mas o que é necessário agora é a crença de todos de que o autosserviço pode ser uma ótima ferramenta e a tecnologia pode criar passageiros felizes “.

Para ajudar a ilustrar as diferenças entre os viajantes, a SITA tornou possível que as pessoas descubram o seu próprio perfil de passageiro. Qualquer pessoa pode preencher este formulário – complete this short online form to find out what kind of traveler – para descobrir que tipo de viajante é e comparar o seu comportamento pessoal aos outros de todo o mundo.

Esta é a 11ª edição da pesquisa SITA / ATW IT Trends Survey e pela primeira vez, a Coreia foi incluída. Foi realizada com mais de 9.000 passageiros de 19 países nas Américas, Ásia, Europa, Oriente Médio e África representam quase três quartos do tráfego mundial de passageiros.

Informações da assessoria de imprensa

Luis Neves

É agente de turismo e acompanha a evolução da aviação brasileira desde o final da década de 80. Fotografa tudo o que voa e tem uma das maiores coleções de fotos de aviação do Brasil.