Pilotos já podem baixar aplicativo FPLBR para submissão de planos de voo

© Fábio Maciel / DECEA

Atech, empresa do Grupo Embraer, desenvolveu, em parceria com a Força Aérea Brasileira (FAB), o aplicativo FPLBR, para a submissão das mensagens de planos de voo por meio de smartphones e tablets, oferecendo mais segurança e qualidade ao gerenciamento do tráfego aéreo.




O aplicativo é compatível com as plataformas IOS e Android e já está disponível nas lojas App Store e Google Play. Com ele, pilotos, empresas aéreas e operadores dos serviços de informações aeronáuticas submetem de forma prática, segura e online, seus planos de voo, evitando erros ou incompatibilidade de informações e reduzindo a necessidade de correções manuais.

A solução coloca o país em um novo patamar no domínio da tecnologia de controle de tráfego aéreo. Por compatibilizar informações com demais sistemas, como o SIGMA (Sistema Integrado de Gestão de Movimentos Aéreos), dados da ANAC, Infraero, informações meteorológicas, por exemplo, o aplicativo FPLBR oferece uma nova solução para o setor, em nível mundial, já que as versões existentes no mercado não contam com tal integração como a promovida pela solução da Atech.

De acordo com o presidente da CISCEA, Major-Brigadeiro do Ar Sérgio Roberto de Almeida, a primeira fase do processo digital permitiu ao piloto apresentar seu plano de voo pela internet através do Portal de Serviço de Informação Aeronáutica (AISWEB). “Com a evolução do sistema de tráfego aéreo brasileiro, é possível enviar o plano de voo pelo celular, sem a necessidade do piloto se deslocar até uma Sala de Informações Aeronáuticas (AIS). O plano de voo é processado imediatamente, gerando economia de pessoal e garantia de processo de aprovação de forma segura e eficiente”, descreve o oficial-general.

© Fábio Maciel / DECEA

Até pouco tempo, os pilotos apresentavam os planos de voo via papel e telefone. Agora, com o uso de um smartphone ou tablet, o piloto pode elaborar o plano de voo em qualquer lugar, até mesmo durante uma viagem, na versão off-line e, assim que se conectar à internet, pode transmitir os dados. Uma mensagem aprovando o plano de voo é enviada ao piloto, caso todas as informações estejam corretas.

“O plano de voo qualificado é distribuído automaticamente aos órgãos de gerenciamento e controle do tráfego aéreo, tornando o FPLBR a solução mais inovadora e completa neste segmento, agregando ganhos altíssimos a todos usuários e entidades envolvidas”, explica o gerente de Programas da Atech, Carlos Eduardo Elias Ribeiro.

Além disso, o sistema foi desenvolvido para que o piloto elabore o plano de maneira rápida, já que a plataforma é intuitiva e oferece diversas facilidades, como sugestões de rotas ou mesmo clonar uma mensagem de plano de voo, permitindo que o piloto com mínimas ações encaminhe uma nova mensagem de plano de voo.

“Pensamos em uma plataforma ágil e produtiva, que demandasse o menor número de ações por parte do piloto. Além disso, o sistema reduz o risco de falhas no preenchimento dos dados, diminuindo o tempo de aprovação pelos órgãos e a liberação do plano de voo”, destaca Ribeiro.

Nos últimos quatro meses, juntamente com CISCEA (Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo e DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), o aplicativo passou por testes realizados por pilotos, fazendo com que a ferramenta chegasse ao mercado já com toda a robustez exigida e com as validações, atingindo elevado nível de maturidade e eficiência.

“O público-alvo do aplicativo FPLBR são os pilotos, as empresas aéreas e demais usuários do setor”, disse Ribeiro.

“O desenvolvimento do aplicativo FPLBR foi possível devido à expertise da Atech na área de gerenciamento de tráfego aéreo. A empresa atua nesse setor há mais de 20 anos e é responsável por apresentar soluções inovadoras com domínio de tal tecnologia, para garantir sempre mais segurança e agilidade nas demandas de gerenciamento e controle do tráfego aéreo”, conclui o presidente da Atech, Edson Mallaco.

Pela Assessoria de Imprensa da Atech

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.