Primeiro Boeing 747-400 faz seu último voo histórico.

2238183
A Delta Airlines aposenta a primeira aeronave Boeing 747-400 já construída para uma companhia aérea comercial. Seu último voo foi de Honolulu para Atlanta.

O Ship 6301 da Delta fez seu primeiro voo com a Northwest Airlines em dezembro de 1989 e já voou por mais de 61 milhões de milhas, o suficiente para fazer 250 viagens da Terra à Lua. Após um tempo, a Northwest se uniu à Delta e a aeronave foi pintada nas cores da segunda.

Conhecida como a “Rainha dos céus”, o 747 é uma das aeronaves mais populares e reconhecíveis no mundo hoje. Quando o primeiro 747 fez seu primeiro voo comercial há 45 anos, os críticos diziam que a aeronave iria, em breve, tornar-se obsoleta, pois os designers acreditavam que aeronaves supersônicas tomariam controle dos céus. No entanto, o ‘jumbo’ de quatro motores revolucionou a indústria com a sua capacidade excepcional de longa distância de voo e seu enorme tamanho, quase três vezes maior do que o maior avião que tinham naquele momento.

O 747 marcou o início de uma nova era de viagens internacionais de luxo e, em determinado momento, apresentou recursos como escadas em espiral para o convés superior e piano bares.

O aprimorado 747-400 contou com um novo cockpit de vidro, tanques de combustível da cauda, motores avançados e um novo interior.

O modelo 747-400 é chamado de “jumbo high-tech” para distinguir suas características avançadas de seu antecessor, o “jumbo clássico” das séries -100 a -300. Os 747-400s voaram dos EUA para diversos destinos de longo curso incluindo Amsterdam, Tel Aviv, Honolulu, Xangai, Seul, Tóquio e Manila durante os últimos 26 anos.

Como a Delta continua a modernizar a sua frota e melhorar a sua rede no Pacífico, a companhia planeja aposentar os doze 747s restantes em sua frota até 2017 substituindo-os por aeronaves menores e mais eficientes em termos de combustível. Isso permitirá à companhia aérea operar em uma ampla variedade de rotas, especialmente nos mercados asiáticos.

O último voo do Ship 6301 foi o 836. Decolou de Honolulu pontualmente, enquanto toda a equipe Delta assistia sua adorada aeronave.

Na sequência do seu último voo, o Ship 6301 foi recebido em casa, em Atlanta, no início desta manhã.

O piloto-chefe do 747 da Delta, Steve Hanlon, disse que o 747-400 era carinhosamente conhecido entre os pilotos como “A Baleia”. “Mesmo sendo tão grande, a Baleia era uma aeronave surpreendentemente manobráveis e rápida, normalmente viajando com a velocidade do som de 0,86, com cerca de 400 pessoas a bordo.”

Após a sua aposentadoria, o Ship 6301 está programado para ter uma viagem final no início de 2016 para o Museu de Aviação da Delta onde ele vai se tornar a mais recente aeronave a ser exposta.

Luis Neves

É agente de turismo e acompanha a evolução da aviação brasileira desde o final da década de 80. Fotografa tudo o que voa e tem uma das maiores coleções de fotos de aviação do Brasil.
  • Virão B787 e B777 paraa Delta, então?

    • Esse é o primeiro fabricado, mas ela ainda tem vários 747, e ela já possui o 777, só não sei se tem encomendas pra 787, mas creio que não porque ela preferiu o 767-400

  • Não deveria aposentar B747 as empresas aereas ao redor do mundo, uma aeronave só deve fazer rota longas, ta certo aeronaves moderna atuais economia de combustível, então a boeing já deveria implantar também renovação incluindo economia de combustível no B747.

  • A vasp fez o mesmo com B737-200 PP SMA deu um final histórico no meio do mato em CNF.

  • Luiz Fernando Bohnenberger

  • Constantino Masloff

  • Rafael Oliveira.

    Honolulu e a capital do estado norte americano Havaí. A Delta tem vôos ainda para Tokio com o 747-400 de Seattle Tokio e Honolulu Tokio.