RIOgaleão está mais próximo de ser o mais moderno aeroporto do país.

11224080_1646378312308854_2649269857849592852_o

A menos de um ano dos Jogos Olímpicos e prestes a completar um ano à frente da operação do Aeroporto Internacional Tom Jobim – marco que será atingido amanhã (12/8) – o RIOgaleão, empresa que tem como sócias privadas a Odebrecht TransPort e a Changi Airports International, alcança 60% de avanço físico das obras de melhoria de infraestrutura do aeroporto.

Com investimento de R$ 2 bilhões até abril de 2016, o projeto inclui a construção do Píer Sul, com 100.000 m², que terá 26 novas pontes de embarque, novos banheiros e fraldários, duplicando a área de Duty Free para 8.000 m2, além de 14 esteiras rolantes, 14 elevadores, seis escadas rolantes e cerca de 6 mil m² dedicados a salas Vips. Três entre as 26 novas pontes de embarque contarão com especificações técnicas para acomodar aeronaves do código F, consideradas as maiores do mundo (A-380 e 747-8). O RIOgaleão foi o primeiro aeroporto do Brasil a receber autorização da ANAC para pouso e decolagem do A-380.

No terminal 2, serão inaugurados 12 pórticos de raio-x, 12 elevadores e 15 escadas rolantes. Ao final das obras, serão aproximadamente 30 mil m² destinados a novos estabelecimentos comerciais no píer e no terminal 2. A concessionária também concluirá a revitalização e automatização dos sistemas de energia, ar-condicionado e sinalização. Um novo sistema de sonorização, totalmente digital, estará completamente implantado até o fim deste ano. Além disso, serão substituídas todas as 32 pontes de embarque de passageiros existentes hoje nos terminais 1 e 2.

Os novos equipamentos começarão a ser instalados em outubro desse ano e estarão em plena operação antes dos Jogos Olímpicos. Um novo Centro de Controle Operacional contará com modernos sistemas de gerenciamento aeroportuário e concentrará todos os envolvidos na operação do aeroporto. As obras de melhorias incluem, ainda, o edifício-garagem com acesso direto ao terminal 2, que terá sete andares e 2.700 novas vagas, com sistema de informação automatizada sobre a disponibilidade em cada um dos andares.

 

“Sabemos que ainda há muito trabalho pela frente, nestes 25 anos de concessão, para sermos o aeroporto que o Rio de Janeiro merece, mas temos a satisfação de constatar que a percepção dos passageiros começa a refletir as melhorias implementadas. Nosso objetivo é continuar melhorando a experiência de todos os passageiros, visitantes e integrantes que trabalham aqui e recuperar o orgulho do carioca pelo seu aeroporto. Estamos tranquilos que nossa operação estará preparada para receber os Jogos Olímpicos com a qualidade compatível com os aeroportos de todo o mundo.”, afirma Luiz Rocha, presidente da concessionária RIOgaleão.

Na pesquisa trimestral realizada pela Secretaria de Aviação Civil (SAC), o RIOgaleão – Aeroporto Internacional Tom Jobim, subiu quatro posições e passou do 13º para o 9º lugar, com pontuação recorde de 4,13 numa escala de 1 a 5, mesmo com as obras em andamento. Em um ano de operação, a concessionária já inaugurou 33 novas posições de check-in e mais de 60 novos serviços de alimentação e varejo, além de melhorar o funcionamento de escadas rolantes e elevadores. Hoje, o RIOgaleão abre ao público as seis esteiras rolantes do conector, que ligam o terminal 1 ao terminal 2. A obra foi iniciada pela concessionária em maio e as três primeiras esteiras rolantes foram inauguradas ainda no mês de junho, com a finalização do processo em apenas três meses, proporcionando aos passageiros mais conforto e agilidade em seus deslocamentos.

Os investimentos e compromissos assumidos pela concessionária permitiram a obtenção do certificado operacional definitivo, concedido pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e o alfandegamento, liberado em definitivo pela Receita Federal. Ambos atestam que o aeroporto está atuando de acordo com as normas internacionais de segurança operacional.

 

Modernização do terminal de cargas reduz em 20% o tempo de liberação dos produtos

A concessionária também já iniciou as reformas dos terminais de importação e exportação, galpões e escritórios, além da aquisição de novos equipamentos e adoção de novos processos e procedimentos na armazenagem e movimentação das cargas. Esses investimentos em curso já proporcionaram uma redução de 20% no tempo médio de liberação de cargas, um ganho de extremo benefício para os clientes.

O RIOgaleão Cargo é uma plataforma logística multimodal e de localização estratégica situado a 17 km do Porto do Rio de Janeiro e conectado às principais rodovias do Brasil. O terminal de cargas do aeroporto conta com uma pista de 4 mil metros – a mais longa do Brasil – e nove posições dedicadas a cargueiros, que podem operar 24 horas por dia, sem restrições de capacidade ou de horário para pousos.

 

33 Comments:

  1. Mas infelizmente nao chega aos pés do aeroporto de Doha. Kk

  2. Juro que não entendi aquele bando de avião amontoado… o.O

  3. Ah!! E isso deve ser lá para o ano 3050 né… GOL Linhas Aéreas Inteligentes com aeronaves de grande porte… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Nada disso adiantará se não melhorarem o serviço. Malas que demoram 1 hora para entregar e atendentes que não falam inglês (mal falam português) são inaceitáveis.

  5. já era hora! meses atrás era o pior… mas vamos ver!

  6. Afonso Pena, segue melhor e mais organizado.

  7. Hj está perto de ser pior… Privatize já

  8. vergonhoso pra sao paulo … so isso.

  9. Uma pergunta quase obvia; porque não se seguiu o padrão dos outros terminais ???

  10. Não sei se foi falado, mas depois das Olimpíadas, o TPS1 será fechado para reforma geral. Só o TPS2 e o pier ficarão abertos durante o período.

  11. Faltou informar sobre o terraço panorâmico para os entusiastas. Ele vai existir ou infelizmente será extinto?
    Caso ele não exista no projeto, por favor façam lobby pela criação. Será mais um ponto de atração turística no Rio principalmente para nós amantes da aviação.

  12. O problema de Guarulhos são aqueles terminais estilo “caixotão” Acho que o GIG agora, voltará a ser referência na America do Sul. Ponto para o RJ !

  13. Gente chaaaaaaaaaaata que só relincha.

Comente