RIOgaleão realiza simulado de emergência aeroportuária.

galeonom
A cerca de cinco meses para o início dos Jogos Rio 2016, no Rio de Janeiro, o RIOgaleão, concessionária responsável pela administração do Aeroporto Internacional Tom Jobim, tem realizado uma série de simulados para reforçar e alinhar procedimentos de segurança e atendimento ao público dentro do aeroporto. Hoje foi realizado o simulado de emergência aeroportuário do módulo PAFAVIDA (RBAC 153), regulamentado pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), que tem como objetivo avaliar a funcionalidade da logística, integração das equipes e infraestrutura dos centros de apoio a familiares, sobreviventes e imprensa em casos de situações críticas no sítio aeroportuário.

O treinamento, que simulou um acidente aéreo, proporcionou a interação e entrosamento entre os públicos que atuam dentro do aeroporto, como as companhias aéreas, para garantir agilidade no atendimento aos passageiros e visitantes em cenários adversos. O procedimento consistiu em simular a correta atuação e mobilização interna dos públicos envolvidos no atendimento dentro do aeroporto para dar apoio aos feridos e sobreviventes, assim como prestar todo o apoio necessário aos familiares e atender a imprensa de forma ágil e transparente.

“Consideramos de extrema importância realizar, periodicamente, treinamentos de capacitação e reciclagem junto à equipe de emergência do RIOgaleão, bem como envolvendo os cessionários responsáveis pela prestação de serviços no aeroporto, como as companhias aéreas, para que, juntos, possamos estar aptos a solucionar, com segurança e agilidade, qualquer cenário de crise que venha a se apresentar no aeroporto. O treinamento realizado hoje teve como objetivo reforçar e aprimorar o preparo da área de segurança e emergência, visando a proximidade das Olimpíadas na cidade”, ressaltou Herlichy Bastos, diretor de operações do RIOgaleão.

O simulado contou com o apoio e participação de mais de 230 voluntários da comunidade aeroportuária, como equipes de emergência, saúde, comunicação, segurança e colaboradores dos terminais. Entre os participantes estiveram presentes a Proair (serviços aeroportuários de handling e segurança) e diversas empresas de aviação, como Gol Linhas Aéreas, TAP Portugal, British Airways, AirFrance, KLM, Ibéria, Passaredo, Alitalia, Lufthansa, Aerolíneas Argentinas, Avianca, Emirates, United Airlines, American Airlines, Delta, Copa Airlines, TAAG Linhas Aéreas de Angola, TAM, Azul e a recém-lançada companhia aérea brasileira, Flyways Linhas Aéreas.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

3 Comments:

  1. Foi uma bagunça geral!

  2. creditos ? cade biba ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *