Smiles tem lucro 18,3% superior ao ano anterior no 2º trimestre

No segundo trimestre de 2017, o lucro líquido da Smiles atingiu R$ 146,2 milhões, 18,3% superior ao 2T16. A companhia manteve o crescimento de todos os indicadores financeiros e operacionais, com destaque para o crescimento de no volume de milhas acumuladas resgatadas, em comparação ao mesmo período no ano anterior.




Dentre os destaques financeiros, o faturamento bruto alcançou R$ 464,8 milhões, 10,5% superior ao ano anterior e a receita líquida foi de R$ 441,7 milhões, 26,3% superior ao 2T16. A margem EBITDA avançou 1.8 ponto percentual acima do 2T16, atingindo 38,9%, o que equivale a R$ 172,0 milhões.

O acúmulo de milhas (ex-GOL) alcançou 18.8 bilhões de milhas. Já os resgates chegaram a 16.4 bilhões de milhas, em relação ao mesmo período de 2016.

No 2T17, o faturamento em milhas (exceto GOL) teve crescimento de 14,3%, permanecendo em trajetória ascendente, assim como a receita líquida e a margem direta de resgates, se comparado ao mesmo período no ano anterior.

“Podemos destacar no 2T17 o incremento no volume de milhas do acúmulo (20.4 bilhões) e do resgate (16.4 bilhões), com taxas de crescimento superiores a 50%”, anuncia Leonel Andrade, CEO da Smiles.

“Marcado por muitos movimentos em inovação no trimestre, a Smiles lançou novos benefícios aos clientes Clube Smiles e categoria Diamante, em que podemos destacar a validade de 10 anos das milhas. Outra importante inovação que traz uma nova dinâmica ao programa, foi o lançamento da Conta Família, que compartilha milhas de até 6 pessoas numa única conta”, complementa o executivo.

A Smiles foi considerada Top of Mind para não usuários do programa, na pesquisa Brand Dynamics da Kantar MillwardBrown. Já na Pesquisa Nacional de Cartões de Crédito, aplicada pela CardMonitor em conjunto com o Instituto Medida Certa, a companhia manteve a primeira posição, dentre os programas em que os clientes de alta renda participam e acumulam milhas.

 
Informações pela Assessoria de Imprensa da Smiles.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é assessor de editoria do AEROIN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *