Star Alliance ainda na tentativa de incluir a Azul.

IMG_1660

Em entrevista para o site Flightglobal, Mark Schwab, executivo-chefe da Star Alliance, confirmou que continuam as conversas com a Azul Linhas Aéreas Brasileiras a fim de expandir a presença da aliança global no Brasil.

Ele acredita, inclusive, que a aliança pode ajudar a empresa nesse momento de crise econômica no Brasil em que todo fluxo de receitas é bem vindo. Outro tema que agrada a Star Alliance é a aproximação da Azul com as outras companhias-membro TAP e United Airlines.

Segundo Schwab, a razão pela qual a aliança busca um novo parceiro no Brasil é o fato de ser um país estratégico, que concentra 40% do tráfego aéreo da América Latina. Por aqui, a Star Alliance já tem a Avianca Brasil como afiliada, no entanto o executivo acredita que a aliança precisa de mais um parceiro para solidificar a presença no mercado brasileiro.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.