Star Alliance ainda na tentativa de incluir a Azul.

IMG_1660

Em entrevista para o site Flightglobal, Mark Schwab, executivo-chefe da Star Alliance, confirmou que continuam as conversas com a Azul Linhas Aéreas Brasileiras a fim de expandir a presença da aliança global no Brasil.

Ele acredita, inclusive, que a aliança pode ajudar a empresa nesse momento de crise econômica no Brasil em que todo fluxo de receitas é bem vindo. Outro tema que agrada a Star Alliance é a aproximação da Azul com as outras companhias-membro TAP e United Airlines.

Segundo Schwab, a razão pela qual a aliança busca um novo parceiro no Brasil é o fato de ser um país estratégico, que concentra 40% do tráfego aéreo da América Latina. Por aqui, a Star Alliance já tem a Avianca Brasil como afiliada, no entanto o executivo acredita que a aliança precisa de mais um parceiro para solidificar a presença no mercado brasileiro.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

6 Comments:

  1. Estranho… Qdo a Tam fazia parte da Star Alliance, ela teve de sair por duas questões: a entrada da Avianca e da Copa Airlines, para não ser considerado cartel na América do Sul em relação a cias do mesmo país e tbm por ter sido comprada pela Lan. Se a Azul entrar não será considerado cartel duas cias do mesmo país na mesma aliança global??

    • Foi muito mais porque manter TAM na *A e LAN na Oneworld seria double standard (não sei direito os termos técnicos). Nesse sistema, passageiros da TAM teriam acesso a vôos da LAN , Avianca e Copa e isso seria de certa forma ilegal, então as empresas do grupo LATAM foram obrigadas a escolher uma única aliança ou se manter não afiliadas. As opções eram ir todas ou pra oneworld, ou pra*A, ou pra uma terceira opção, ou a TAM se manter independente. Desculpa se eu falei alguma besteira, mas é isso o que eu sei. E além disso, é normal uma aliança ter mais de uma companhia por país. Dentro da Star Alliance: Na Colômbia tem a Avianca e a Copa Colômbia. Na China tem a Air China e a Shenzhen Airlines. Nos EUA tinham a United e US Airways. Dentro da SkyTeam: Na China tem a China Southern, China Eastern, Shanghai Airlines (afiliada da China Eastern) e Xiamen Air. Nos EUA tinha a Delta e a Northwest.

Comente