Stratolaunch, o maior avião do mundo, testa seus motores pela primeira vez

Imagem: Dylan Schwartz / Stratolaunch Systems.

A Stratolaunch Systems Corporation anunciou no final de setembro que sua aeronave lançadora de foguetes está um passo mais próxima de disponibilizar acesso conveniente, rentável e rotineiro a missões espaciais em baixa órbita no planeta Terra.




O importante marco atingido se deu ao ser completada a primeira fase de testes dos motores. Pela primeira vez os seis motores turbofan Pratt & Whitney foram acionados.

Os testes iniciais de motor foram conduzidos nas três fases padrões de um projeto em implantação. Na primeira fase, chamada de “motor seco”, o motor foi girado apenas por uma unidade auxiliar de potência, sem presença de combustível. Em seguida, na fase de “motor molhado”, o combustível foi introduzido, mas o motor ainda foi girado sem combustão. Por fim, cada motor foi acionado e mantido em idle (potência mínima).

Imagem: Dylan Schwartz / Stratolaunch Systems.

Jean Floyd, Chefe Executivo da Stratolaunch Systems Corporation, comentou, animado, sobre o projeto: “Temos experimentado meses intensos, excitantes e produtivos desde que a aeronave deixou o hangar pela primeira vez e iniciou os testes em solo e pré-voo. A equipe completou os testes de combustível de cada um dos seis tanques individualmente, verificando a correta operação dos mecanismos e validando a qualidade da vedação deles.”

Adicionalmente aos testes de combustível, também foram iniciados os testes das superfícies de controle. Foram executados os movimentos das superfícies móveis das asas e estabilizadores, avaliando os limites máximos e as taxas de deflexão.

Para que fosse possível a realização dos testes de motor, ainda foram testados os sistemas elétrico, pneumático e de detecção de incêndio. Ao longo dos próximos meses serão realizados os testes de alta potência dos motores, permitindo prosseguir com o início dos testes de taxiamento.

Imagem: Stratolaunch Systems.

 
Informações da Stratolaunch Systems Corporation.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é assessor de editoria do AEROIN.

Um Comentário:

  1. Muito diferente esse avião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *