SWISS dedica o primeiro CS300 à parte francesa do país.

Como um testemunho do seu compromisso, a Swiss International Air Lines (SWISS) está dedicando o primeiro Bombardier CS300 para a região da Romândia, também conhecida como Suíça Francesa, e seus cidadãos.




Uma competição em larga escala e composta de duas fases foi realizada ao longo de alguns meses. Primeiro, a SWISS perguntou aos moradores da região de língua francesa: O que a região da Suíça Francesa significa para você? As respostas foram fenomenais, mais de 7 mil pessoas responderam com um slogan, uma frase ou apenas uma palavra. Os retornos mais uma vez demonstraram a diversidade e a riqueza da região de língua francesa.

Mas todas as respostas tinham uma coisa em comum: orgulho da região, da natureza, dos habitantes e de suas conquistas. Havia também uma segunda questão: Quem é o herói da região para você? A SWISS recebeu vários testemunhos inspirados em histórias pessoais muito pungentes, muitas divertidas e outras tocantes. Então, selecionou 49 destas histórias de maneira aleatória e os nomes do seus heróis foram pintados em cada um dos assentos da nova aeronave.

O artista: Mathias Forbach, também conhecido como  Fichtre

O artista foi verdadeiramente inspirado pelos resultados da competição. Mathias Forbach, também conhecido como Fichtre, mergulhou nas respostas antes de produzir uma interpretação gráfica da multiplicidade de ideias apresentadas a respeito da região. “O objetivo de todo artista é dar amplitude à arte, dar asas a ela… o que poderia ser melhor do que uma aeronave!”

Uma pintura especial para o primeiro SWISS CS300

“A aeronave da Suíça Francesa, o CS300, vai vestir novas cores pelos próximos 12 meses. Sobre nada menos que quase 28 metros quadrados de um filme especial, foi aplicada uma pintura e este material depois passou por um processo aplicação na aeronave que durou 36 horas. A aeronave vai ser baseada em Genebra e servirá 27 destinos, incluindo Palma (no verão), São Petersburgo (no inverno) e Dublin (o ano todo).

SWISS renova a frota de Genebra

O CS300 tem 145 lugares, 20 a mais que o CS100. Até o fim do ano de 2018, a frota e curta distância da SWISS em Genebra vai ser formada exclusivamente de Bombardier C Series. No total, a empresa tem planos de incluir um CS100 e sete CS300 para substituir, entre outros, sete Airbus da família A320 ainda baseados no aeroporto de Cointrin. A SWISS está reforçando o compromisso com a base de Genebra e com a região da Suíça Francesa como um todo.

Pela Assessoria de Imprensa da Swiss International Airlines

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *