Turkish Airlines faz recrutamento de pilotos em São Paulo

A Turkish Airlines, empresa aérea membro da Star Alliance, estará fazendo um roadshow em São Paulo no próximo mês. A companhia turca pretende fazer seleção de pilotos para as posições de primeiro-oficial e comandante.




A empresa voa atualmente para 300 destinos em 120 países, incluindo o Brasil com voos diários para Istanbul e Buenos Aires com o Boeing 777-300ER. A sua frota é composta de 329 aeronaves de passageiros e cargueiras, e tem uma idade média de sete anos, uma das mais jovens da Europa. Mas a companhia irá chegar ao número de 421 aviões na sua frota quando receber as encomendas que possui atualmente.

O recrutamento será realizado exclusivamente em São Paulo, nos dia 05 e 06 de dezembro. O local será o Renaissance São Paulo Hotel, na Alameda Santos, 2233 – Cerqueira César, bem no coração da Avenida Paulista. A primeira sessão de entrevistas será realizada às 10h00 e a segunda às 14h00. É necessário se inscrever clicando neste link.

Todos os candidatos deverão ter entre 18 e 62 anos, Ensino Médio concluído, proficiência inglês nível ICAO 4 e ficha criminal e disciplinar limpas, e levar passaporte, histórico de voo (CIV/logbook) e o extrato do certificado médico aeronáutico de 1ª classe. 

Abaixo estão os requisitos mínimos de cada vaga:

[expand title = “Primeiro-oficial de narrowbody sem carteira de tipo 737/A320” trigclass=”greenballs”]

  • Aprovado na banca de PLA;
  • Mínimo de 3.000 horas de voo em aeronaves com mais de 27 toneladas, sendo que 2.000 destas em aeronaves desta lista;
  • Não ter um espaço de 12 meses entre dois voos nos últimos dois anos.

[/expand]

 

[expand title = “Primeiro-oficial de widebody sem carteira de tipo 777/A330/A340” trigclass=”greenballs”]

  • Aprovado na banca de PLA;
  • Mínimo de 3.000 horas de voo em aeronaves com mais de 27 toneladas, sendo que 2.000 destas em aeronaves desta lista;
  • Não ter um espaço de 12 meses entre dois voos nos últimos dois anos.

[/expand]

 

[expand title = “Primeiro-oficial com carteira de tipo 737/777/A320/A330/A340” trigclass=”greenballs”]

  • Aprovado na banca de PLA;
  • Mínimo de 3.000 horas de voo em aeronaves com mais de 27 toneladas;
  • Mínimo de 1.000 horas de voo na aeronave pretendida;
  • Não ter um espaço de 12 meses entre dois voos nos últimos dois anos.

[/expand]

 

[expand title = “Comandante com carteira de tipo 737/A320” trigclass=”greenballs”]

  • Ser atualmente comandante/ ter licença de piloto de linha aérea;
  • Ter entre 30 e 62 anos;
  • Mínimo de 5.500 horas de voos totais;
  • Mínimo de 3.000 horas de voo em aeronaves com mais de 27 toneladas;
  • Mínimo de 500 horas em comando na aeronave pretendida;
  • Não ter um espaço de 12 meses entre dois voos nos últimos dois anos.

[/expand]

 

[expand title = “Comandante com carteira de tipo 777/A330/A340” trigclass=”greenballs”]

  • Ser atualmente comandante/ter licença de piloto de linha aérea;
  • Ter entre 35 e 62 anos;
  • Mínimo de 7.000 horas de voos totais;
  • Mínimo de 3.000 horas de voo em aeronaves com mais de 27 toneladas;
  • Mínimo de 1.000 horas em comando na aeronave pretendida;
  • Não ter um espaço de 12 meses entre dois voos nos últimos dois anos.

[/expand]

 

Também a companhia recomenda levar estes documentos abaixo:

Pela Assessoria de Imprensa da Turkish Airlines.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.
  • Mauricio Antiqueira Rocha

    Os caras querem um first officer, mas se vôou EMB110, EMB120, ATR72-600, EMB500 Phenom 100, não serve, mas se voou acima de 27 toneladas, serve. Brincadeira isto, mesmo que tenha mais de 12000 horas de vôo, seja icao 4 e tenha mais de 8000 horas como comandante em 3 das aeronaves citadas, não serve para voar um 737 como FO .