United demonstra interesse e Boeing pode voltar a produzir 767 de passageiros

A United Airlines está considerando substituir os seus antigos Boeing 767 por novas aeronaves do mesmo modelo, segundo um reporte do Wall Street Journal de domingo. Atualmente o 767 é feito apenas na versão de cargas (767-300F) e militar de reabastecimento (KC-46). A produção da versão de passageiros foi terminada três anos atrás.




A ação da United levantou novamente o assunto da “Aeronave de Meio de Mercado” – MOM, que seria um substituto exato para o Boeing 757 e 767. Apesar das exigências da United serem apenas para novos 767, algo que a Boeing pode cumprir de maneira simples, esperado-se que o avião venha equipado com o novo cockpit desenvolvido pela Rockwell Collins para o KC-46 e os 767-300F da Fedex.

Cockpit que equipa os novos 767-300F da FedEx – © Rockwell Collins

A companhia americana tem analisado opções para substituir o 767 na companhia, que é utilizado principalmente em rotas densas nos EUA, para destinos na América do Sul (principalmente Brasil) e em alguns voos trasatlânticos. Os 767 atuais da companhia têm uma média de idade de 20 anos.

Cockpit do KC-46 da USAF – © Rockwell Collins

“Nós não fizemos recentemente nenhum orçamento para qualquer avião de fuselagem larga, mas está no plano solicitar informações sobre diversos aviões do tipo, incluindo o 767”, declarou uma fonte da United para o Wall Street Journal. A Boeing não comentou o caso.

Com informações da Reuters e do Wall Street Journal

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.