Viracopos implanta câmaras climatizadas no TECA Exportação.

Viracopos_VCP_907

O Aeroporto Internacional de Viracopos implantou no dia 22 de agosto, para cargas aéreas em Exportação, o serviço “Permanência de Carga em Área de Temperatura Controlada”.

Os containers climatizados possuem acompanhamento e monitoramento técnico 24h pelo setor farmacêutico de Viracopos com validação dos controles de temperatura (datalogger).

A temperatura mínima é de -18° e a máxima, 22°. As câmaras frigoríficas ficam localizadas ao lado do TECA Exportação.

Para Viracopos, o objetivo principal é a disponibilização de um serviço diferenciado, uma vez que foi identificado a necessidade do mercado para atendimento da demanda local. Demonstrando que o aeroporto está atento às necessidades de seus parceiros, facilitando e aprimorando cada vez mais a cadeia logística.

“Viracopos tem como meta prover maior agilidade, segurança e qualidade ao serviço por meio de acompanhamento técnico e monitoramento por farmacêutico de Viracopos, fornecimento de equipe especializada na movimentação de carga em temperatura controlada, possibilitando mais uma facilitação operacional aos clientes”, disse o Diretor Comercial de Viracopos, Jorge Lobarinhas.

Entre os produtos que podem utilizar os containers estão: Medicamentos e Insumos farmacêuticos; Medicamentos de Controle Especial; Produtos para a Saúde; Alimentos in Natura; Alimentos Processados; Saneantes; Cosméticos; Plantas e Sementes, Carga Restrita e Materiais Genéticos.

O serviço será cobrado por volume ou pallet de madeira (padrão PBR), por dia/fração, para cargas fora deste padrão, o preço será passado sob consulta a Gerência de Novos Negócios de Carga. A capacidade dos containers é de 22 pallets no padrão PBR.

Para melhor adequação do processo é necessário envio de pré-alerta no e-mail exportacao@viracopos.com, contendo informações como quantidade, dimensões e natureza das cargas (PEA, PEB, PEC, PED, PEE), para que seja disponibilizada infraestrutura para os atendimentos.

Da Assessoria de Imprensa.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é assessor de editoria do AEROIN.

3 Comments:

  1. GRU AIRPORT: Já acabou VCP? Será que GRU vai perder espaço para VCP?

  2. Pior aeroporto que eu já passei.. até o Aeroporto de Cuiabá em mais coisa que esse aeroporto de Campinas… A única coisa que ele serve e pra fazer conexão fora isso mais nada…

  3. Fabiano Silva, Silvia Sousa Júlio Pontes, Daiane Sz Kalvien Licurgo Do Amaral, Eduardo Vieira…✌

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *