2 segundos: é o tempo que basta no embarque biométrico da Emirates

Emirates biometria

A ​​Emirates se tornou a primeira companhia aérea fora dos EUA a receber aprovação para embarque biométrico. Em breve, os clientes que voam de Dubai para qualquer um dos 12 destinos da Emirates nos EUA poderão escolher a tecnologia de reconhecimento facial nos portões de embarque, reduzindo o tempo necessário para a verificação de identidade para 2 segundos ou menos. 

Não é necessário pré-registro, e os clientes também podem optar por não usar a tecnologia. A Emirates não armazena nenhum registro biométrico de seus clientes, sendo que todos os dados são gerenciados de forma segura pela autoridade de imigração americana

A tecnologia foi pilotada nos portões de partida dos voos da Emirates de Dubai para Nova York e Los Angeles durante os períodos de pico em julho e agosto. Os resultados foram encorajadores, com alguns voos atingindo 100% de embarque biométrico e zero verificação manual.

A companhia aérea espera disponibilizar o embarque biométrico para todos os seus destinos nos EUA até o final do ano, assim que o equipamento estiver instalado.

Emirates biometria

Como funciona o embarque biométrico

O equipamento biométrico já foi instalado no Terminal 3 da Emirates em Dubai. Esse equipamento pode ser encontrado nos balcões de check-in selecionados, no Lounge da Emirates no saguão B para passageiros premium e nos portões de embarque selecionados. As áreas onde o equipamento biométrico está instalado estão claramente marcadas.

No portão de embarque, o sistema faz uma foto do passageiro, que é comparada com a galeria US Custom and Border Protection (CBP) em tempo real. A verificação da identidade acontece em dois segundos ou menos. O sistema pode não funcionar para aqueles que não viajam aos EUA há muito tempo, ou cujas imagens não estão na galeria; nesse caso, o embarque precisa ser no modelo tradicional, ou seja, manual.

Emirates
A Emirates voa para 12 destinos nos EUA

Abdulla Al Hashimi, vice-presidente sênior de divisão do Emirates Group Security, disse: “A segurança e a proteção sempre serão nossa prioridade número um, e a Emirates continua a explorar e investir em soluções inovadoras para viagens sem complicações que ajudam nossos clientes a voar melhor. O objetivo final é ajudar nossos passageiros a viajar sem papel”.

Atualmente, a Emirates voa para 12 cidades dos EUA: Nova York, Newark, Boston, Chicago, Dallas, Houston, Los Angeles, São Francisco, Seattle, Washington, DC, Orlando e Fort Lauderdale.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.