2Montenegro: nova empresa aérea deve reviver jatos Embraer da antecessora

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Embraer E195 Montenegro Airlines
Imagem: Aero Icarus / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

Menos de duas semanas após o colapso da companhia aérea Montenegro Airlines, o governo local registrou uma nova companhia aérea nacional, a 2Montenegro (lê-se “To Montenegro”). Para tanto, reservou 30 milhões de euros em capital inicial para a start-up.

De qualquer maneira, embora o SeeNews cite que o nome da nova empresa ainda pode sofrer mudanças, é fato que a nova companhia será criada com base em sua antecessora, absorvendo uma grande parte dos funcionários, segundo o ministro das Finanças, Milojko Spajic.

Também há pressa em manter os slots (datas de decolagem e pouso) que a Montenegro Airlines tinha nos aeroportos europeus e autorizações de tripulação.  Dada essa última premissa, entende-se que a nova empresa também deva absorver a frota da antiga empresa, composta por três Embraer E195 e um Fokker 100.

“Procuramos manter a empresa viva. Estamos cientes de que precisamos de uma transportadora nacional”, disse o Ministro de Investimentos, Mladen Bojanić. “A 2Montenegro será o orgulho do país e será lucrativa, ao contrário da anterior. A Montenegro Airlines deve dezenas de milhões de euros e tem 60 milhões de euros de capital negativo”, concluiu.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias