737 MAX: FAA emite certificado de aeronavegabilidade e Boeing pode reiniciar entregas

Duas semanas após serem liberados para retornar ao serviço ativo, os Boeing 737 MAX armazenados pelo fabricante estão começando a serem preparados para serem entregues aos seus clientes, diz um levantamento do Aviacionline.

Na segunda-feira, 30 de novembro, a FAA entregou o primeiro certificado de aeronavegabilidade a um Boeing 737 MAX 9 da United, matrícula N7585, concluído em maio de 2019. Hoje, de acordo com o que foi informado pela The Air Current, a agência entregou o segundo certificado e as entregas da aeronave estão previstas para começar esta semana.

A capacidade de reiniciar o cronograma de entrega dos 450 MAX já construídos é fundamental para a Boeing, pois permite receber novos fundos de clientes que mantiveram seus pedidos. Como benefício adicional, a finalização do pagamento das penalidades por atrasos é extinta e a responsabilidade pelas aeronaves encomendadas passa a ser do operador, que deve recebê-las ou indenizar o fabricante caso este não deseje fazê-lo.

Esperamos ter um número suficiente de inspetores disponíveis para acompanhar o cronograma de entrega da Boeing em um futuro próximo. Falaremos com a Boeing para coordenar o programa de construção e entrega de aeronaves ”, afirmou o porta-voz da FAA à TAC. 

De acordo com a mesma publicação, a fiscalização antes da entrega do certificado leva cerca de 8 horas por avião, o que implica que há um bom trabalho pela frente para eliminar o atraso atual, de cerca de 450 aeronaves construídas e armazenadas.

Informações do nosso parceiro Aviacionline

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Adesivo no avião da Azul pode ter atrapalhado negociação das vacinas,...

0
A CNN Brasil está reportando que o excesso de publicidade em torno do plano de busca das duas milhões de doses da vacinas