Um 747 no jardim: o hotel que levou um Jumbo até o quintal!

Em uma mega operação de transporte de cinco dias realizada em fevereiro deste ano, um hotel levou um Boeing 747 até seu jardim para transformá-lo em uma grande (bem grande!) atração aos hóspedes.

Hotel Corendon Avião Boeing 747

O Jumbo foi levado do Aeroporto Schiphol, em Amsterdam, para o jardim do Corendon Village Hotel, também na Holanda, onde chegou no dia 10 de fevereiro. Segundo previsão do hotel, avião será convertido até o final deste ano em uma experiência 5D sobre o 747 e a história da aviação.

A aeronave começou sua jornada do aeroporto de Schiphol na noite do dia 5 de fevereiro, uma terça-feira. O gigante foi colocado em um trailer da empresa de transporte especializada Mammoet para percorrer os 12,5 quilômetros até o hotel.

Durante o percurso, a aeronave teve que atravessar 17 valas, uma rodovia e uma estrada provincial. A rodovia foi cruzada com sucesso na noite de sexta (8) a sábado (9). Na noite de sábado a domingo, o transporte cruzou a estrada e chegou ao local onde o 747 foi estacionado, no jardim do hotel. O transporte atraiu a atenção e foi coberto por mídias do mundo todo.

Hotel Corendon 747 Transporte

Para mantê-lo seguro e estável, ele foi colocado sobre bases de aço de 1,5 metro de altura, totalizando 15 toneladas de aço. Estas bases são fixadas em lajes pesadas de concreto, fortes o suficiente para suportar o enorme peso.

O Boeing 747 em questão é o antigo avião da KLM chamado “City of Bangkok”, que receberá um bonito destino final no jardim do hotel após 30 anos de serviço. O avião tem 64 metros de envergadura, 71 metros de comprimento e pesa 160 toneladas.

Após a conversão para a experiência 5D, os visitantes poderão caminhar sobre ou sob o avião e visitar lugares que normalmente não são acessíveis ao público, como a área de carga onde a bagagem é carregada, além de aprender sobre o abastecimento do avião e dar uma olhada na cozinha da classe executiva e no cockpit.

Será possível até fazer uma caminhada sobre as asas de trinta metros de comprimento. Os visitantes também irão experimentar uma viagem pela história da aviação, começando com o antigo desejo humano de voar, desde as primeiras tentativas de voos sérios por volta de 1900 até o desenvolvimento do Boeing 747.

O ponto alto da viagem será a experiência 5D, na qual será possível experimentar um voo no Jumbo.

Hotel Corendon 747

O jardim onde o Boeing está localizado é aberto aos hóspedes do hotel, e pode ser usado como local de festivais.

O fundador do Corendon, Atilay Uslu, reservou um quarto no hotel exatamente no local onde – se tudo corresse bem – o nariz do Boeing seria colocado em frente à janela. “Quando eu abri as cortinas, eu o vi em toda sua grandiosidade. Percebi que depois de meses de preparação nós realmente conseguimos levar o avião ao seu lugar final com muito cuidado e medição. Isso meio que tira o seu fôlego”.

Informações pelo PRNewswire.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.