747F da KLM perde flap em voo; é o segundo caso com 747F em um ano

Um Boeing 747-400ERF (cargueiro) da KLM perdeu uma parte de seus flaps acima do Zimbábue nesta segunda-feira (08/07). Um caso semelhante ocorreu com outro 747 cargueiro em maio.

Flap 747 KLM
Parte dos flaps perdida pelo 747 da KLM

O incidente de ontem aconteceu durante a aproximação do avião de carga para o Aeroporto Internacional de Hahare, capital do Zimbábue, disse um porta-voz da KLM.

O Boeing 747, que é da KLM Cargo e usado pela subsidiária Martinair, partiu de Joanesburgo para Harare. Quando estava em aproximação para pouso, uma seção dos flaps foi perdida. De acordo com o jornal local Zim Morning Post, ninguém ficou ferido.

“É verdade que uma aeronave da KLM Cargo hoje perdeu uma parte de sua asa quando aterrissou em Harare, no Zimbábue”, disse a KLM em um comunicado. A parte solta foi encontrada fora de Harare e, até onde sabemos, não causou nenhum dano.”

A KLM relata que esforços imediatos foram feitos para descobrir como a peça foi capaz de se separar da aeronave. Segundo dados do Flightradar24, trata-se da aeronave de matrícula PH-CKA.

As fotos abaixo, postadas pelo Zim Morning Post mostram as autoridades de aviação zimbabuenses olhando para a peça cercadas por crianças. O flape, que aumenta a capacidade de suporte da asa durante o pouso, tem aproximadamente um metro de largura e vários metros de comprimento.

Este é o segundo caso de perda de flap em um 747 cargueiro em menos de um ano. Em setembro de 2018, um 747-400 da turca MyCargo Airlines, matrícula TC-ACM, perdeu um flap no pouso em Frankfurt.

A autoridade de investigação alemã, BFU, disse que um comunicado foi recebido em 16 de setembro, alertando de que uma aeronave estacionada na posição S506 havia sofrido danos substanciais em seu estabilizador vertical, além de furos e arranhões no lado direito de sua fuselagem.

MyCargo 747 estabilizador vertical 2018
Estabilizador Vertical atingido pelo Flap em 2018

A extensão da investigação mostrou que faltava uma parte dos flaps da asa direita. A peça tinha cerca de 8 metros de comprimento e foi posteriormente encontrado várias horas depois, perto da zona de toque da pista 07R.

MyCargo 747 perdeu flap asa direita 2018
Seção do flap faltando na asa direita, no incidente de 2018

Três ocupantes estavam a bordo do jato, sendo os dois pilotos e um mecânico. Os pilotos disseram que a aterrissagem tinha aparecido normal e que, na escuridão, nenhum dano ao jato havia sido notado. O alerta sobre o dano veio cerca de 3 horas depois.

A BFU diz que “vários” eventos ocorreram envolvendo a perda de tais flaps no 747, incluindo dois em Frankfurt em 2009 e 2014.

Informações pelo Luchtvart Nieuws e pelo Flight Global.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.