Ventania e pouso duro fazem trem principal de Boeing 757 colapsar na aterrissagem

pouso duro

Um Boeing 757-200 da Icelandair, com registro TF-FIA, realizava o voo FI529 de Berlim, na Alemanha para Keflavik, na Islândia, com 166 pessoas a bordo, quando sua aterrissagem na pista 10 foi surpreendida pelo colapso do trem de pouso principal direito.

Pelas fotos, é possível observar a aeronave parada na pista apoiada no trem do nariz, no trem principal esquerdo e no motor direito. Os passageiros desembarcaram na pista e foram levados para o terminal. Não houve feridos.

Na hora do pouso chovia bastante e as informações meteorológicas apontam para rajadas de vento de até 92km/h.

Ainda não é confirmado, mas relatos de testemunhas apontam para um pouso duro, em que o Boeing tocou na pista primeiro com o trem principal direito, devido aos fortes ventos, e isto teria causado uma força excessiva sobre a engrenagem e seu consequente colapso.

O evento ainda é muito recente, já que o avião pousou em Keflavik às 15h30 da tarde desta sexta-feira, 7 de janeiro – 12h30 de Brasília. Estaremos atentos ao desenrolar dos fatos e qualquer novidade reportaremos aqui. A empresa aérea e o aeroporto envolvido ainda não emitiram notas referentes ao incidente.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Você sabia que o príncipe Philip era aviador e pilotou até...

0
Faleceu ontem um dos membros mais antigos da família real, que era veterano de guerra, mas também amante da aviação.