Início Empresas Aéreas A curta história do Airbus A350 na frota da Latam Brasil termina...

A curta história do Airbus A350 na frota da Latam Brasil termina nessa semana

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Como você viu conosco em primeira mão, a LATAM Airlines Brasil anunciou na semana passada que retirará todos os seus dez A350-900 da frota com efeito imediato, já que fará a transição para uma frota widebody totalmente composta por jatos da Boeing.

“Esta decisão, além de fazer parte da nossa transição para uma frota menor e mais homogênea, também visa melhorar a eficiência de nossas operações de corpo largo durante um período de diminuição da demanda e menor capacidade em nossos negócios internacionais”, disse o presidente executivo Jerome Cadier disse em uma carta à equipe, vazada através das redes sociais.

E o efeito era imediato de fato, já que Cadier disse que os primeiros sete A350-900 já haviam até deixado a frota na própria semana de 5 de abril de 2021, enquanto que o restante será retirado nesta semana, até 17 de abril de 2021.

No total, a companhia operou doze jatos do modelo desde 2015 (PR-XTA a PR-XTM), dos quais dois já haviam sido devolvidos no ano passado e estão no deserto da Califórnia, em Victorville. Os outros dez continuam no Brasil, em várias localidades como Guarulhos, Belo Horizonte e São Carlos, mas desde o final de fevereiro que eles não fazem nenhum voo regular ou não.

Assim, com apenas cinco anos e quatro meses, os super modernos jatos europeus dão seu adeus à Latam, sem que haja um destino conhecido para eles no momento (alguns dizem que irá para a Delta, outros para a Qatar, mas de concreto não há nada). Naturalmente, são aeronaves novas e devem encontrar nas mãos de alguma outra grande empresa aérea um dono.

Agora, toda a frota intercontinental da empresa aérea será focada em jatos Boeing 767, 777 e 787.