A fila zerou e a Airbus não tem mais nenhum avião cargueiro a fabricar

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Airbus – Divulgação

A Airbus anunciou recentemente que bateu sua meta ajustada para o ano de 2020, com a entrega de 566 aeronaves no período. No entanto, uma outra informação passou praticamente quase que batida dos noticiários aeronáuticos mundo afora, que foi o cancelamento de uma encomenda de três unidades do Airbus A330-200F pela empresa turca MNG Airlines.

Essas aeronaves eram as últimas do livro de encomendas do modelo da Airbus, o único avião cargueiro que a fabricante europeia produz de fábrica (todos os demais modelos são convertidos, como o A321F). Com isso, a produção de aeronaves cargueiras ficará totalmente zerada.

No total, segundo informações da Airbus, foram encomendados e entregues um total de 38 jatos cargueiros do modelo A330-200F até hoje, originalmente para oito empresas aéreas distintas: Avianca, EAT, Hong Kong Cargo, Malaysia Airlines, MNG Airlines, Qatar Airways, Sichuan Airlines, Etihad e Turkish Airlines.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias