A volta do Hub do Panamá e os novos voos da Copa Airlines

Avião Boeing 737-800 Copa Airlines

O Governo do Panamá anunciou em 28 de setembro o reinício de seus voos depois de quase 7 meses, visando reativar a economia depois de uma parada brutal em meio à pandemia do coronavírus. 

Com isso, o Panamá se junta à lista de países que reativaram a atividade aeronáutica nos últimos tempos, entendendo que esta etapa é necessária para a reativação de outros setores do país e confiando que, se os protocolos e disposições para conter Covid-19 forem cumpridos , as chances de contágio são menores, conforme demonstrado em diversos aeroportos e voos ao redor do mundo. 

Segundo matéria do Aviacionline, o reinício das operações ocorreu com os voos na rota Panamá – David, operados pela Copa Airlines e Air Panama. 

As medidas de biossegurança a serem seguidas pelos passageiros e pelo pessoal aeronáutico incluíram o distanciamento físico, uso de máscaras, controle de temperatura e limpeza das mãos. Passageiros que viajavam não puderam ir aos aeroportos com acompanhantes e as companhias aéreas recomendaram o check-in virtual.

O Panamá entra na lista de países que entenderam que o vírus continuará circulando e que devemos nos adaptar para conviver com ele, pelo menos por enquanto. 

Quais rotas serão reabertas

Segundo o Routes Online, a Copa Airlines durante o mês de outubro de 2020 planeja operar os seguintes serviços, que estão disponíveis para reserva a partir de meados de outubro de 2020. No entanto, existe sempre a possibilidade de mudanças nesse momento de incertezas e, portanto, é importante acompanhar a evolução das notícias.

Caso as rotas abaixo sejam confirmadas, será um grande passo rumo à volta do Hub do Panamá, um dos maiores centros de conexões do continente americano.

As rotas, partindo da Cidade do Panamá a partir de outubro (começando em várias datas), incluem:

Bogotá 4 semanais
Cali 4 semanais
Cancun 4 semanais
Cartagena 2 semanais
David 3 semanais
Cidade da Guatemala 3 semanais
Guayaquil 8 semanais
Kingston eff 16OCT20 2 semanais
Los Angeles 4 semanais
Medellin 4 semanais
Cidade do México 8 semanais
Miami 8 semanais
Montevidéu 3 semanais
Nova Iorque 8 semanais
Orlando 4 semanais
Punta Cana 3 semanais
Quito 4 semanais
Rio de Janeiro 3 semanais (a partir de 16 de outubro)
San Juan 3 semanais
San Pedro Sula 2 semanais
San Salvador 4 semanais
Santa Cruz 2 semanais
Santo Domingo 4 semanais
São Paulo 5 semanais (já voando)
Washington 3 semanais

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias