A340 VIP que levou a Seleção para a Copa está fazendo voos a partir de R$ 33 mil

Divulgação Air X

O avião Airbus A340 VIP que levou a Seleção Brasileira para a Copa do Mundo de Futebol na Rússia está ao alcance de “todos”, já que foi colocado em voos regulares. O problema, para a maioria de nós, mortais, é o preço dos bilhetes, a partir de R$ 33 mil.

O quadrijato A340-300 pertence à empresa Air X Charter e levou a seleção para o último mundial na Rússia em 2018. Além dos brasileiros, a aeronave também foi fretada pela Seleção Argentina e a de Portugal.

O avião em questão tem matrícula 9H-BIG e já serviu até como balada voadora, mas a maioria de seu tempo de serviço foi na SriLankan Airlines. No Brasil, este avião protagonizou uma cena interessante onde, durante uma de suas decolagens, acabou por sair do chão no limite da pista do Aeroporto de Viracopos em Campinas, assustando aos espectadores (assiata abaixo, aguarde carregar):

Serviço regular, porém VIP e anti-Covid

© Simon Edwards

Agora, o jato está a serviço da empresa de turismo Caledonia Jets, que está operando voos regulares entre Londres e Barbados, mantendo sua configuração VIP de 100 assentos reclináveis. O luxo do jato é destacado pela empresa, que garante distância de 1,82 m entre os assentos, já visando a transmitir segurança em meio à pandemia do novo coronavírus, que continua em curso.

Inclusive, a mesma empresa aérea oferece um serviço extra de testagem de Covid-19 por £300 libras, a ser feito em qualquer hotel do Aeroporto Stansted, na noite anterior ao voo. Este serviço pode ser necessário aos passageiro, já que Barbados exige que os turistas apresentem um resultado negativo do Covid-19, feito nas últimas 72 horas. O custo do hotel não está inclusivo neste serviço extra.

© Simon Edwards

Os voos serão feitos semanalmente durante o mês de Julho entre Stansted e Bridgetown. O primeiro voo acontece nesta quarta-feira, dia 8 de julho. O preço da passagem é de £5.000 libras (equivalentes a R$ 33 mil) para a ida, e £7.000 (R$ 46 mil) para ida e volta, incluindo três refeições completas durante o voo.

Os passageiros que desejam reservar um bilhete devem preencher um formulário no site da Caledonia Jets clicando aqui. A empresa então irá contactar os interessados para formalizar a reserva.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

British Airways recebe sugestão de mudar de nome após apoiar time...

0
Um post aparentemente inocente do time de mídias sociais da British Airways deu o que falar e gerou uma enorme discussão no Twitter