Pilotos pousam A380 quase sem visão após pára-brisas trincarem em voo

Imagens impressionantes divulgadas hoje (27/05) mostram ambos os pára-brisas de um Airbus A380 completamente trincados após a realização de um pouso de emergência.

Pára-brisas do A380 estilhaçados após o pouso

O voo da China Southern Airlines, que havia decolado do aeroporto Guangzhou Baiyun International a caminho do Aeroporto Internacional de Pequim na manhã de ontem, estava a 37.000 pés quando seus vidros, tanto os pára-brisas quanto os laterais, estilhaçaram-se ao encontrar granizo em céu limpo.

O capitão do avião, He Xianghang, declarou emergência para o controle de tráfego aéreo e prosseguiu para o pouso, que ocorreu cerca de 90 minutos depois, em Pequim.

As imagens chocantes tiradas de dentro do cockpit após o pouso do avião mostram os pára-brisas estilhaçados devido ao impacto do granizo.

Outra foto do exterior do A380 também mostra a pintura do radome (nariz da aeronave) com a tinta bastante danificada.

Radome danificado pelo granizo

De acordo com o AV Herald, os pilotos desceram rapidamente a aeronave para os 16.500 pés após o incidente, com objetivo de reduzir a diferença de pressão e evitar danos maiores aos pára-brisas.

Em transmissões da fonia, disponível on-line, o capitão He pode ser ouvido dizendo à torre de controle de Pequim que ele “ainda tinha alguma visão” enquanto prosseguia para o pouso bem sucedido.

Embora os encontros com granizo sejam raros em altitude de cruzeiro, é possível que o mesmo atinja grandes altitudes nas proximidades de formações de tempestade, pois correntes ascendentes poderosas podem lançar pedras de granizo em direção ao ar limpo acima da nuvem.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Estocar e reativar mais de 500 aviões: a inédita experiência de...

0
A companhia aérea apresentou um interessante relato sobre como foi a inédita experiência de armazenar e reativar mais de 500 aviões.