Pilotos pousam A380 quase sem visão após pára-brisas trincarem em voo

Imagens impressionantes divulgadas hoje (27/05) mostram ambos os pára-brisas de um Airbus A380 completamente trincados após a realização de um pouso de emergência.

Pára-brisas do A380 estilhaçados após o pouso

O voo da China Southern Airlines, que havia decolado do aeroporto Guangzhou Baiyun International a caminho do Aeroporto Internacional de Pequim na manhã de ontem, estava a 37.000 pés quando seus vidros, tanto os pára-brisas quanto os laterais, estilhaçaram-se ao encontrar granizo em céu limpo.

O capitão do avião, He Xianghang, declarou emergência para o controle de tráfego aéreo e prosseguiu para o pouso, que ocorreu cerca de 90 minutos depois, em Pequim.

As imagens chocantes tiradas de dentro do cockpit após o pouso do avião mostram os pára-brisas estilhaçados devido ao impacto do granizo.

Outra foto do exterior do A380 também mostra a pintura do radome (nariz da aeronave) com a tinta bastante danificada.

Radome danificado pelo granizo

De acordo com o AV Herald, os pilotos desceram rapidamente a aeronave para os 16.500 pés após o incidente, com objetivo de reduzir a diferença de pressão e evitar danos maiores aos pára-brisas.

Em transmissões da fonia, disponível on-line, o capitão He pode ser ouvido dizendo à torre de controle de Pequim que ele “ainda tinha alguma visão” enquanto prosseguia para o pouso bem sucedido.

Embora os encontros com granizo sejam raros em altitude de cruzeiro, é possível que o mesmo atinja grandes altitudes nas proximidades de formações de tempestade, pois correntes ascendentes poderosas podem lançar pedras de granizo em direção ao ar limpo acima da nuvem.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.