Abaeté Linhas Aéreas apresenta um novo conceito de pintura para suas aeronaves

Em meio a um processo de reestruturação que culminou no lançamento de uma nova logo e na retomada dos voos regulares, a tradicional empresa soteropolitana Abaeté Aviação agora mostra uma imagem do que pode ser um conceito para sua nova pintura. No entanto, ao que consta, ainda não há uma aeronave com essas cores.

A fotomontagem foi divulgada hoje, 13 de novembro, na página da empresa no LinkedIN junto com a menção de seu ingresso na Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR). A elegante pintura segue as linhas do design da aeronave Cessna C208 Caravan, mesclando as cores dourado e grená da companhia aérea. O nome da empresa no nariz da aeronave é complementado pelo #VoeAbaete, completando o ar de modernidade.

Volta à aviação regional

A empresa aérea baiana cumpriu recentemente outra etapa importante de seu projeto de reinserção no mercado de voos regionais com a abertura das reservas para sua primeira rota, ligando Salvador a Morro de São Paulo. Os voos estão disponíveis para reservas a partir de 18 de dezembro e serão realizados com frequência diária e aeronaves Cessna C208 Caravan para nove passageiros.

Apesar de ser uma curta viagem, com 30 minutos de duração, trata-se de um novo marco na história da empresa aérea, que por muitos anos no passado operou voos regionais por todo o interior da Bahia, mas que, atualmente, vinha realizando apenas táxi aéreo.

No passado

Nos anos 1990, a empresa chegou a operar uma grande malha regional, ligando cidades como Jequié, Caravelas, Teixeira de Freitas, Bom Jesus da Lapa, Guanambi, Barreiras, Vitória da Conquista, entre outros, usando 4 Embraer E110 Bandeirante. Mais tarde, a empresa incorporou um punhado de Cessnas C208. Anos mais tarde, a operação da linha aérea regular foi encerrada e a empresa voltou a concentrar-se no táxi aéreo. A empresa saiu do mercado de voos regulares em 2012 e teve seu certificado revogado pela ANAC em 2018.

À época, a empresa abraçava uma demanda deixada desamparada pela antiga Nordeste Linhas Aéreas. Agora, a história se assemelha, pois com a crise da Covid e as incertezas quanto à recuperação do setor, ainda mais regiões do interior do país ficaram desassistidas, criando uma grande oportunidade para a Abaeté.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Uma sandália simples pesando meio quilo alertou policiais do aeroporto de...

0
Uma apreensão de drogas no Aeroporto Internacional de Miami teve uma característica diferente por conter uma quantidade relevante