Abaeté Linhas Aéreas torna-se a “mais nova” empresa aérea regional brasileira

A empresa aérea baiana Abaeté Aviação cumpriu nesse final de semana uma etapa importante de seu projeto de reinserção no mercado de voos regionais, com a abertura das reservas para sua primeira rota, ligando Salvador a Morro de São Paulo. Desde ontem (24), os voos estão disponíveis para reservas a partir de 18 de dezembro e serão realizados com frequência diária e aeronaves Cessna C208 Caravan para nove passageiros.

Apesar de ser uma curta viagem, com 30 minutos de duração, trata-se de um novo marco na história da empresa aérea, que por muitos anos no passado operou voos regionais por todo o interior da Bahia, mas que, atualmente, vinha realizando apenas táxi aéreo.

A volta

Os primeiros sinais de que as operações regionais da empresa poderiam retornar foram dados em março desse ano, quando a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) concedeu as autorizações para que a Abaeté voltasse a efetuar voos nacionais no mercado regular de transporte de passageiros e cargas após muitos anos.

Simulação de compra no site da empresa em 25/10

Depois disso, no começo de outubro, sentimos que isso estava mais próximo, depois que Tiago Tosto, Sócio-Diretor da empresa, divulgou a nova logo, os novos valores e comentou que “muitas novidades viriam nos próximos dias”.

No passado

Nos anos 1990, a empresa chegou a operar uma grande malha regional, ligando cidades como Jequié, Caravelas, Teixeira de Freitas, Bom Jesus da Lapa, Guanambi, Barreiras, Vitória da Conquista, entre outros, usando 4 Embraer E110 Bandeirante. Mais tarde, a empresa incorporou um punhado de Cessnas C208. Anos mais tarde, a operação da linha aérea regular foi encerrada e a empresa voltou a concentrar-se no táxi aéreo. A empresa saiu do mercado de voos regulares em 2012 e teve seu certificado revogado pela ANAC em 2018.

À época, a empresa abraçava uma demanda deixada desamparada pela antiga Nordeste Linhas Aéreas. Agora, a história se assemelha, pois com a crise da Covid e as incertezas quanto à recuperação do setor, ainda mais regiões do interior do país ficaram desassistidas, criando uma grande oportunidade para a Abaeté.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias