Aéreas americanas pedem fim da proibição de entrada de brasileiros nos EUA

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Na segunda-feira da semana passada (dia 4), a Airlines for America (A4A), redigiu uma carta ao vice-presidente Mike Pence solicitando o fim da proibição de viagem para viajantes da Europa, Reino Unido e Brasil. As companhias aéreas dos Estados Unidos estão solicitando à administração federal a troca da proibição por um programa global de testes.

A Airlines for America representa a maioria das companhias aéreas dos Estados Unidos, incluindo American, Delta, United e Southwest. O grupo está solicitando um programa de teste que seja uma alternativa segura para que as fronteiras possam permanecer abertas. 

A carta

De acordo com a carta, o grupo afirma: “Acreditamos que um programa bem planejado focado em aumentar os testes de viajantes para os Estados Unidos promoverá esses objetivos de uma maneira muito mais eficaz do que as restrições gerais de viagem atualmente em vigor”.

O grupo sugere que todos os viajantes que chegam aos EUA deverão apresentar teste negativo para COVID-19, semelhante a medidas que já foram aplicadas para os passageiros que chegam do Reino Unido, por exemplo. De acordo com o CDC, os programas de teste permitem viagens mais seguras e reduzem o risco de transmissão. 

Em relação aos testes, o site do CDC afirma: “O teste antes e depois da viagem pode reduzir o risco de propagação do COVID-19. Os testes não eliminam todos os riscos, mas quando combinados com um período de permanência em casa e precauções diárias como uso de máscaras e distanciamento social, podem tornar a viagem mais segura, reduzindo a propagação em aviões, aeroportos e destinos”.

A proibição atual

Os EUA atualmente não estão aceitando a maioria dos cidadãos estrangeiros que estiveram em qualquer uma das seguintes regiões nos últimos 14 dias: China, Irã, espaço Schengen europeu, Reino Unido, República da Irlanda e Brasil. Embora já houvesse rumores de que o governo Trump acabaria com a proibição de viagens nas regiões em questão, nada ainda se concretizou.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Aeroporto Boston Logan

Aeroporto lança serviço para pedido de comida e outros itens no...

0
O passageiro pode pedir comida ou itens de varejo de qualquer terminal para coleta ou entrega em um portão de embarque designado.