Aéreas reunidas na Colômbia aprovam por unanimidade meta de zerar emissões até 2050

Vinte e cinco companhias aéreas membro da Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA), aprovaram neste domingo (24/10), durante a Assembleia Geral Anual (Annual General Assembly – AGM) da entidade uma resolução, promovida por ALTA e pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), em que assumem por unanimidade o compromisso de atingir a meta de emissões líquidas zero de carbono até 2050.

Os participantes destacaram ainda o papel fundamental dos governos na geração de políticas públicas adequadas que permitam o uso de combustíveis sustentáveis (SAF) na aviação por meio de segurança jurídica para investimentos de longo prazo, incentivos à produção e consumo, programas de financiamento, desenvolvimento de infraestrutura, entre outros pontos.

Durante a sessão, foram discutidas as iniciativas que os comitês de trabalho de ALTA desenvolvem na região em questões de meio ambiente, regulação, prevenção a fraudes, manutenção e compras técnicas, tecnologia, segurança operacional e combustíveis.

Além dos representantes das companhias aéreas membro, participaram da Assembleia o diretor-executivo e CEO da ALTA, José Ricardo Botelho, o diretor-executivo da IATA, Willie Walsh, e o vice-presidente da IATA para as Américas, Peter Cerdá.

Willie Walsh destacou que “a relação entre ALTA e IATA é muito forte, assim como o compromisso da IATA em trabalhar com organizações regionais, em colaboração, compartilhando orientações e, assim, retornando a indústria onde deveria estar”.

Informações da ALTA

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias